Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Serviço

Índice de Confiança de Serviços
sobe 0,5 pontos em maio

O avanço da confiança foi registrado em apenas cinco das 13 atividades pesquisadas

30 MAI 2017Por Istoé12h:18

Um levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) mostrou alta de 0,5 ponto no Índice de Confiança de Serviços (ICS) na passagem de abril para maio. O indicativo chegou a 84,7 pontos, na série com ajuste sazonal,e recuperou  parte da queda registrada em abril, de -1,1 ponto.

“Os indicadores de maio, apoiados, sobretudo, na percepção sobre o ambiente corrente de negócios do setor, confirmam a tendência de melhora gradual e suave da confiança das empresas de serviços que vem sendo observada ao longo dos cinco primeiros meses do ano. A avaliação sobre a situação corrente reage há três meses consecutivos e sustenta o avanço da confiança em maio. No entanto, cabe lembrar que os resultados deste mês não captam inteiramente os possíveis efeitos sobre o humor empresarial decorrentes do recrudescimento da incerteza no campo político”, avaliou Silvio Sales, consultor do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Em maio, houve avanço da confiança em apenas cinco das 13 atividades pesquisadas. Houve melhora da percepção sobre a situação atual e piora das expectativas, mesmo movimento ocorrido no mês anterior. O Índice de Situação Atual (ISA-S) subiu 1,3 ponto, para 77,9 pontos, e o Índice de Expectativas (IE-S) recuou 0,4 ponto, para 91,7 pontos.

A principal contribuição para a elevação do ISA-S em maio foi da percepção sobre a Situação Atual dos Negócios, com alta de 2,7 pontos, para 79,0 pontos. No IE-S, a maior influência sobre o recuo partiu do indicador de otimismo com a Tendência dos Negócios nos seis meses seguintes, que caiu 0,6 ponto, para 93,6 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) do setor de serviços caiu 0,1 ponto porcentual em maio ante abril, para 82,4%.

A coleta de dados para a edição de maio da sondagem foi realizada entre os dias 2 e 26 deste mês.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também