TEMPO SECO

Incêndio em parque da Chapada dos Guimarães entra no quarto dia

Incêndio em parque da Chapada dos Guimarães entra no quarto dia
07/09/2015 04:00 - FOLHAPRESS


O fogo na área de preservação ambiental do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, entrou neste domingo (6) no quarto dia. Cartão-postal da região, a cachoeira Véu de Noiva está fechada.

As chamas chegaram a consumir uma linha de mais de 5 km dentro do parque. "[Mas] Ela já diminuiu bastante. Conseguimos evitar que o fogo permanecesse no planalto, de onde poderia se espalhar por áreas prioritárias de conservação do parque", afirmou por nota o coordenador de campo do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), Luiz Gustavo Gonçalves.

Segundo ele, o combate noturno também foi mais efetivo, pois a temperatura ambiente é menor e a umidade relativa do ar maior, o que ajuda para apagar as chamas.

Em campo estão 40 brigadistas do ICMBio, 25 do Ibama, gestor do parque, e 20 bombeiros apoiados por quatro helicópteros e um avião.

Os dois helicópteros disponíveis estão transportando as equipes e a alimentação até as zonas de fogo, distantes em média quatro horas a pé da sede do parque. O avião modelo Air Tractor lança água em pontos estratégicos sincronizado com a equipe de trabalho terrestre.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".