Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Rio de Janeiro

Incêndio em alojamento estudantil de universidade deixa feridos

Bombeiros foram acionados às 4h20 para o combate das chamas

2 AGO 2017Por G109h:18

O alojamento estudantil da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) na Ilha do Governador foi parcialmente destruído após um incêndio que começou pouco depois das 4h da madrugada desta quarta-feira (2). Os bombeiros foram acionados às 4h20 para o combate das chamas.

Um estudante de 23 anos teve fratura exposta em uma das pernas porque caiu do segundo andar do prédio. Ele foi levado para o CER da Ilha do Governador. Pelo menos dois estudantes tiveram crise nervosa por causa do incêndio. A universidade informou que três estudantes tiveram ferimentos menos graves ou relataram inalação de fumaça.

Segundo as primeiras informações, um foco foi detectado em um dos quartos no primeiro andar e o fogo se alastrou, em seguida, para outros oito apartamentos, sendo controlado por volta das 5h30. A energia elétrica do prédio foi desligada, por orientação dos bombeiros.

De acordo com os Bombeiros, os quartéis do Fundão, da Ilha do Governador e de Ramos foram acionados para a ocorrência. A Residência Estudantil fica a poucos metros da uma unidade do Corpo de Bombeiros, que atuou no prédio com 16 viaturas e fez os trabalhos de rescaldo. O combate às chamas durou mais de três horas.

Em nota, a assessoria da UFRJ informou que o fogo atingiu uma ala do alojamento e que a causa ainda será investigada pelas autoridades competentes, com acompanhamento da Superintendência-Geral de Políticas Estudantis (SuperEst) e da Prefeitura da UFRJ.

A UFRJ disse ainda que representantes da reitoria estão desde a manhã no local, prestando apoio aos estudantes e atuando nas demandas emergenciais. A Divisão de Segurança da UFRJ (Diseg) acompanhou o ocorrido desde os primeiros momentos e também se encontra no local.

Apesar do incêndio, não há pânico no prédio e estudantes aguardam instruções da Reitoria. A ala afetada abriga 165 estudantes cadastrados pela SuperEst.

 

Leia Também