Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Escândalo

Igreja católica enfrenta novo escândalo

Policiais teriam invadido um apartamento no Vaticano

7 JUL 17 - 10h:51Metrópoles

Um jornal italiano publicou notícia sobre orgia regada a drogas envolvendo um padre importante da Santa Sé. Trata-se de mais um escândalo que a alta cúpula da Igreja Católica terá que enfrentar. 

Conforme informações do jornal italiano Il Fatto Quotidiano, do último dia 5 de julho, policiais invadiram um apartamento no Vaticano onde encontraram um padre importante da Santa Sé em meio a uma orgia gay regada a drogas.

A publicação garante que a notícia deixou o Papa Francisco furioso. Luigi Capozzi, assessor do Cardeal Francesco Coccopalmerio, que é presidente de diversas congregações, inclusive do Conselho Pontífice de Textos Legislativos, é apontado como o organizador do bacanal.

Além disso, o imóvel no qual a orgia aconteceu era de Congregação para Doutrina da Fé e Coccopalmerio, que é um dos principais conselheiros do Papa, era um frequentador habitual. Capozzi foi preso, depois que vizinhos chamara a polícia reclamando do entra e sai de pessoas estranhas no local. 

Porém, até o momento, nenhuma queixa foi prestada contra o ele, que é monsenhor. Em janeiro, um padre escandalizou a Itália com casos de orgia com nove mulheres. Ele foi descoberto durante uma investigação de violência privada e favorecimento à prostituição.

O jornal italiano também assegura que Coccopalmerio terá de se aposentar mais rapidamente, para diminuir o impacto do escândalo causado pela orgia de seu assessor.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

DESASTRE AMBIENTAL

Um ano após Brumadinho, alta cúpula da Vale tenta se defender de acusações

Aliados de 'Minotauro' estão entre presos do PCC fugitivos de prisão no Paraguai
FUGA EM MASSA

Aliados de 'Minotauro' estão entre presos do PCC fugitivos de prisão no Paraguai

BRASIL

Congresso paga R$ 30 mi em pensões a 'solteiras'

Novo partido não usará fundo eleitoral sancionado, diz Bolsonaro
ALIANÇA PELO BRASIL

Novo partido não usará fundo eleitoral sancionado, diz Bolsonaro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião