Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Diz Janot

Grupo de Geddel, Cunha e Temer movimentou R$ 170 milhões em propinas

Este é elemento principal da mais nova denúncia do procurador-geral

15 SET 17 - 08h:24Brasil247

O elemento principal da mais nova denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Michel Temer é a delação do doleiro e operador do PMDB, Lúcio Funaro. 

Baseado nisso, Janot sustenta que o ex-ministro Geddel Vieira Lima liberou em torno de R$ 5 bilhões da Caixa Econômica Federal em créditos e empréstimos quando ocupava duas vice-presidências do banco entre 2011 e 2013.

Em troca, o procurador diz que foram arrecadados por volta de R$ 170 milhões em propina pelo grupo formado por Geddel, o ex-deputado Eduardo Cunha, que hoje está preso, o ex-ministro Henrique Eduardo Alves e Temer, apontado como líder da organização criminosa do PMDB da Câmara.

O atual presidente e Henrique Alves, diz Janot, eram os responsáveis por sustentar Geddel no cargo. A denúncia ressalta ainda que Geddel, Cunha e Funaro teriam recebido apenas da J&F, holding da JBS, 90 milhões em propina no esquema.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Impeachment de Trump pode ser votado esta semana
MUNDO

Impeachment de Trump pode ser votado esta semana

Polícia de Manchester prende suspeito por ofensas racistas contra Fred, do United
ESPORTE

Polícia de Manchester prende suspeito por ofensas racistas contra Fred, do United

Grade de proteção cai e atinge o ator Ryan Reynolds durante CCXP
EVENTO

Grade de proteção cai e atinge o ator Ryan Reynolds durante CCXP

Polícia estima que até 20 bolivianos eram traficados  através de Corumbá
POR SEMANA

Polícia estima que até 20 vítimas
de tráfico entravam por Corumbá

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião