Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Saúde

Governo tira poder dos conselhos e cria Cadastro Nacional de Especialistas

Ministério diz que cadastro vai facilitar aplicação de políticas públicas

6 AGO 2015Por ALINY MARY DIAS14h:10

Em decreto publicado ontem (5) no Diário Oficial da União (DOU), o Governo Federal criou o Cadastro Nacional de Especialistas, banco de dados que terá o objetivo, segundo o governo, de melhor distribuir e aplicar políticas públicas da saúde no país. Por outro lado, entidades questionam e afirmam que o decreto tira o poder dos conselhos regionais e da Associação Médica Brasileira (AMB).

A expectativa é de que a nova fonte de informação agilize o Governo a criar o Mais Especialidades, promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff e ainda pouco visível nas discussões com a comunidade médica.

Levantamentos do Ministério da Saúde já revelam que a oftalmologia e a ortopedia são as áreas que necessitam de tratamento prioritário. Cardiologia e a neurologia também são necessárias, considerando o envelhecimento da população.

Diferente de como avalia o governo, classe médica teria iniciado reação contra o decreto. Segundo relatos de conselheiros, as informações que antes eram repassadas ao Governo Federal por meio dos conselhos, agora será feita internamente, pelo Ministério da Saúde, situação que pode gerar desconfiança com relação a fidelidade dos dados.

Confira mais detalhes do decreto clicando neste link.

Leia Também