Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ABUSO DE DOMÍNIO

Google deve recorrer da decisão da <br>UE após multa de 2,4 bilhões de euros

Google deve recorrer da decisão da <br>UE após multa de 2,4 bilhões de euros
27/06/2017 13:45 - Agência Brasil


A Google anunciou nesta terça-feira (27) que "considera apelar" da decisão da Comissão Europeia (CE), que hoje impôs uma multa à empresa de 2,42 bilhões de euros, a maior até esta data contra uma companhia, por abusar da sua posição de domínio como motor de buscas na internet. A informação é da Agência EFE.

"Revisaremos a decisão da Comissão em detalhes enquanto consideramos uma apelação, e esperamos continuar defendendo o nosso caso", disse em um breve comunicado o vice-presidente e assessor legal geral da Google, Kent Walker.

Walker acrescentou que a empresa está "respeitosamente em desacordo com as conclusões anunciadas hoje" pelo Executivo comunitário.

A CE decidiu multar a Google por considerar que a empresa abusou da sua posição de domínio como motor de buscas na internet, "negando a outras empresas a oportunidade de competir sobre a base de seus méritos e inovação" e, "aos consumidores europeus, uma verdadeira escolha de serviços", explicou o Executivo.

A multinacional americana defendeu hoje que quando os consumidores compram online, querem encontrar os produtos que buscam "rápida e facilmente" e os anunciantes querem por sua vez "promover os mesmos produtos."

"Por isso a Google mostra anúncios de compras, conectando os nossos usuários com milhares de anunciantes, grandes e pequenos, de forma que seja útil para ambos", disse o vice-presidente.

A CE exige agora que a companhia ponha fim à sua conduta em um período de 90 dias, ou caso contrário, a empresa americana enfrentará multas de até 5% do volume médio de negócios diários alcançado pela Alphabet, conglomerado que controla a Google.

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...