Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

GOVERNO EUA

Genro de Trump admite quatro reuniões com russos, mas nega complô

24 JUL 17 - 09h:18FolhaPress

Jared Kushner, genro e assessor próximo do presidente americano, Donald Trump, reconheceu nesta segunda-feira (24) que se reuniu quatro vezes com funcionários russos durante a campanha eleitoral de 2016, mas negou qualquer complô orquestrado para levar seu sogro à Casa Branca.

De acordo com um comunicado enviado à imprensa americana e divulgado poucas horas antes de seu testemunho no Senado, Kushner descreveu contatos com o embaixador russo nos Estados Unidos, Sergei Kislyak, e com outros funcionários russos como algo normal dado o seu papel de mediador da campanha de Trump com os governos estrangeiros.

"Eu não conspirei nem conheci ninguém na campanha que o tenha feito com qualquer governo estrangeiro", disse Kushner no comunicado divulgado à imprensa.

"Eu não tive nenhum contato indevido. Eu não dependi de recursos russos para financiar minhas atividades comerciais no setor privado", disse.

Kushner enfrentará nesta semana dois dias de interrogatórios a portas fechadas pelo Congresso norte-americano para determinar se a campanha de Trump recorreu à ajuda da Rússia para conquistar a Casa Branca na eleição do ano passado.

Espera-se que ele enfrente perguntas sobre seus contatos com cidadãos e autoridades russas quando testemunhar ao Comitê de Inteligência do Senado nesta segunda-feira e ao Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados na terça-feira.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

LOTERIAS MILIONÁRIAS

Quina de São João pode pagar R$ 140 milhões; Mega-Sena acumula

Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas
ESTADOS UNIDOS

Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas

PARADA GAY

Famílias marcam presença na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Tema em 2019 é "50 anos de Stonewall", recordando violência policial
Filho de Luciano Huck sofre<br> acidente e é operado no Rio
ACIDENTE NO MAR

Filho de Luciano Huck sofre acidente e é operado no Rio

Mais Lidas