Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

RIO DE JANEIRO

Funkeiro MC Sapão morre de pneumonia aos 40 anos

Cantor ficou famoso com sucesso "Vou desafiar você"

19 ABR 19 - 23h:00ESTADÃO CONTEÚDO

O funkeiro MC Sapão morreu aos 40 anos no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, 19. Dono do sucesso Vou Desafiar Você, o cantor estava internado no Hospital Municipal Rocha Faria, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio com um quadro de pneumonia, mas não resistiu e morreu.

Segundo informações da assessoria de imprensa do músico, ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do hospital desde o dia 10 de abril. Na quinta-feira, 18, seu quadro era "grave e estável".

Em nota divulgada na quinta-feira, a assessoria informava que "o cantor estava em turnê pelo Brasil, cumprindo agenda de shows e divulgação da sua nova música Deixa Ela Dançar, em parceria com o cantor venezuelano Labarca. Devido à bateria de shows e às variações climáticas dos locais em que passou nas últimas semanas, Sapão contraiu uma gripe forte que desencadeou uma pneumonia".

Ele estava escalado para se apresentar no Rock in Rio deste ano, ao lado de outros artistas do funk.

Jefferson Fernandes Luiz nasceu no Rio de Janeiro, em 1979, e foi criado na comunidade da Nova Brasília, no Complexo do Alemão, tema frequente de suas letras. Sua carreira começou no fim dos anos 1990, depois que ele foi liberado de uma prisão por falta de provas.

Vou Desafiar Você, seu maior sucesso, tem mais de 100 milhões de visualizações no Youtube. Ele também fez parcerias com diversos nomes do funk, como Mr. Catra, MC Guimê e outros.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SAÚDE

Imunoterapia será principal droga contra câncer, diz Nobel de Medicina

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 125 milhões
FEZINHA

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 125 milhões

REFORMA

Comissão da reforma da Previdência pode debater relatório hoje

Oposição concordou em não obstruir a fase de debates
STF

Toffoli marca para 26 de junho julgamento de ações contra decreto de armas

Mais Lidas