Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

EM AEROPORTO

Funcionários são presos no Galeão por tráfico internacional de drogas

22 JUL 2017Por Agência Brasil22h:00

A Polícia Federal do Rio prendeu três homens e apreendeu aproximadamente 57 kg de cocaína em tabletes no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão. A droga estava dividida em duas caixas que seguiriam com destino a Toronto, no Canadá.

De acordo com a Polícia Federal, os agentes inspecionavam os carregamentos do terminal quando o cão farejador da corporação indicou a possível presença de entorpecentes nas encomendas. Quando as caixas foram abertas para averiguação, foram encontrados os tabletes de cocaína escondidos em mochilas.

A caixa com a droga havia sido levada para o terminal por fora dos protocolos regulares de fiscalização com a participação de funcionários da concessionária administradora do aeroporto, que foram detidos.

Os três foram presos em flagrante por tráfico internacional de entorpecentes, cuja pena varia de 5 a 15 anos de reclusão. Eles foram encaminhados para um presídio do Estado, onde ficarão à disposição da Justiça Federal, aguardando julgamento.

RIOgaleão

Por meio e nota, a concessionária RIOgaleão informou que a cooperação com a Polícia Federal e demais órgãos públicos "é premissa básica e prioridade da administração para garantir que todos os protocolos e normas de segurança nacionais e internacionais sejam rigorosamente cumpridos".

De acordo com a nota, a concessionária investiu em infraestrutura e tecnologia, "o que contribuiu para uma atuação mais eficiente dos órgãos públicos de segurança no aeroporto, facilitando, inclusive, a apuração dos fatos neste caso".

A nota diz ainda que a RIOgaleão repudia o fato e informa que tomou todas as providências cabíveis com relação aos funcionários detidos pela Polícia Federal – um operador de equipamento e dois agentes de cargas. “Com normas rígidas e intolerância com desvios de conduta, a concessionária está segura de que se trata de um caso isolado e reafirma a confiança na integridade de seu quadro de colaboradores”.

Leia Também