FUTEBOL

Flamengo confirma contratação de Geuvânio por empréstimo até fim de 2018

Flamengo confirma contratação de Geuvânio por empréstimo até fim de 2018
21/06/2017 13:50 - Folhapress


O Flamengo confirmou a contratação do terceiro reforço na janela de transferências. Depois do meia Everton Ribeiro e do zagueiro Rhodolfo, o time da Gávea anunciou a chegada do atacante Geuvânio.

O acordo com o Tianjin Quanjian, da China, foi por um empréstimo de 18 meses. O jogador assinou contrato até dezembro de 2018 e terá a maior parte do salário custeada pelo clube chinês.

Fotos do atacante com a camisa rubro-negra vazaram no último domingo (18). O Flamengo, no entanto, só realizou o anúncio do reforço após os exames médicos e a chegada da documentação enviada pelos dirigentes chineses.

Aos 25 anos, Geuvânio foi formado pelo Santos, que possuía uma cláusula de exclusividade em caso de retorno ao futebol brasileiro. O departamento jurídico do Flamengo entendeu que a questão é nula e recomendou a sequência da negociação.

Presidente do Santos, Modesto Roma garantiu que o clube correrá atrás dos seus direitos na Fifa e tentará até impedir a transferência do atleta. Na visão do Flamengo, no entanto, o máximo que pode ocorrer é a cobrança de uma multa ao clube chinês e ao jogador, que diga-se de passagem não tem mais qualquer ligação contratual com o Santos.

Com as chegadas dos três reforços, o Flamengo encerra os trabalhos no mercado para reforçar o elenco. A partir de agora, alguns atletas devem deixar o clube. O meia-atacante Cafu já foi emprestado ao Ceará, enquanto o zagueiro Donatti negocia os detalhes finais da transferência em definitivo para o Tijuana-MEX.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".