Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Apuração

FBI investigou García Márquez por 24 anos, diz "Washington Post"

6 SET 15 - 18h:57FOLHAPRESS

O jornal americano "The Washington Post" publicou reportagem neste domingo (6) que informa que o escritor colombiano Gabriel García Márquez foi espionado pelo FBI, a polícia federal norte-americana, durante 24 anos.
Segundo o "WP", Márquez começou a ser investigado em 1961, quando, aos 33 anos de idade, Márquez chegou a Nova York com a mulher e o filho para estabelecer-se como escritor. A família ficaria um mês no hotel Webster.

O escritor não imaginava que estava sendo observado pelo FBI.

O chefe do FBI, John Edgar Hoover, que dirigiu o órgão por 48 anos, abriu um dossiê confidencial sobre o escritor naquele ano.

O arquivo recebeu informações sobre Márquez durante 24 anos, mesmo após o escritor ter-se tornado amigo íntimo de líderes mundiais e ter sido premiado com o Nobel de Literatura, em 1982.

Segundo o jornal americano, não são claras as razões que levaram o FBI a vigiar o colombiano. Mas García Márquez havia acabado de viajar aos Estados Unidos para ajudar a estabelecer um serviço de notícias do governo cubano.

Anos depois, o escritor se tornaria apoiador de políticas de esquerda e amigo do ex-ditador cubano Fidel Castro.

O FBI chegou a se confundir com seu nome, produzindo informações sob o nome "José" García Márquez.

Gabriel García Márquez, que nasceu em 6 de março de 1927, no povoado de Aracataca, morreu em 17 de abril de 2014, na Cidade do México.

Entre suas obras mais importantes estão "O Amor nos Tempos do Cólera", "Cem Anos de Solidão" e "A Incrível e Triste História de Cândida Erêndira e sua Avó Desalmada".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

AVIAÇÃO

Anac deve aprovar autorização para Air Europa operar voos domésticos no País

BRASIL

Bolsonaro preside hoje reunião de ministros no Palácio da Alvorada

INSCRIÇÕES FINALIZADAS

Enem: candidatos sem isenção têm até quinta-feira para pagar inscrição

PRESIDENTE DO STF

Toffoli diz que juízes devem zelar para que "pactos sejam cumpridos"

Mais Lidas