Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

MISTÉRIO

Família de Garrincha autoriza exumação de restos mortais em duas sepulturas

25 JUN 2017Por G104h:00

A família de Mané Garrincha autorizou a exumação e a realização de exames em restos mortais em duas sepulturas com o nome do jogador que estão no Cemitério Municipal de Raiz da Serra, em Magé, na Região Metropolitana do Rio. O material genético dos restos mortais será comparado com o de sangue de uma das filhas de Mané.

No fim de maio, uma parente do ídolo do Botafogo e da Seleção Brasileira afirmou, em entrevista ao jornal Extra, ter descoberto que o corpo teria sido exumado do jazigo familiar onde foi enterrado originalmente, e que sua localização era incerta. Além do jazigo em questão, há outra sepultura em outra área do cemitério com o nome do atleta.

Segundo a Prefeitura de Magé, nesta sexta-feira (23), familiares de Garrincha se reuniram com o prefeito, Rafael Tubarão, e o secretário de Esporte, Turismo, Lazer e Terceira Idade, Wagner Rosa, na sede do órgão municipal, em Pau Grande. "A Prefeitura de Magé espera estabelecer nos próximos dias, todo o caminho administrativo e jurídico para os próximos passos na solução desse grande impasse", disse o órgão.

"O governo municipal está atuando em conjunto com a família de Mané Garrincha e oferecendo o suporte necessário nesse processo, para que seja rendida a merecida homenagem ao filho ilustre da cidade de Magé", acrescenta nota da administração municipal de Magé, onde Manuel Francisco dos Santos, o Mané Garrincha, foi enterrado em 1983.

Leia Também