Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Iniciativa privada

Contratos de quatro aeroportos concedidos serão assinados até 27 de julho

4 JUN 17 - 12h:46FOLHAPRESS

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, disse semana passada que o governo pretende assinar até 27 de julho os contratos dos quatro aeroportos concedidos recentemente à iniciativa privada. Segundo ele, novas concessões devem ocorrer em 2018. As informações são da Agência Brasil.

Quintella participou de reunião do presidente Michel Temer com os presidentes das operadoras aeroportuárias vencedoras do leilão de concessão dos aeroportos de Fortaleza, Salvador, Florianópolis e Porto Alegre. Após a assinatura desses contratos, as concessionárias terão três meses de operação conjunta com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), para depois assumirem definitivamente os empreendimentos.

Segundo o ministro, os empresários se mostraram muito confiantes nos negócios, apesar da crise pela qual passa o país. "Não tivemos, durante a reunião, nenhum relato de preocupação pelos empresários. Estão eufóricos por terem arrematado esses aeroportos", disse Quintella.

"Relatamos, na conversa, a melhora do mercado. Temos números importantes no setor de aviação civil, depois de 19 meses de quedas sucessivas na demanda por voos e no transporte de passageiros, teve reação no mês de março", acrescentou.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Senado conclui votação da reforma da Previdência
BRASÍLIA

Senado conclui votação da reforma da Previdência

Veja o que muda na sua aposentadoria com a reforma da Previdência
TIRE SUAS DÚVIDAS

Veja o que muda na sua aposentadoria com a reforma da Previdência

BRASIL

Sem nomes de Lula e Dilma, relatório da CPI do BNDES é aprovado

Pescador afetado por vazamento terá parcela extra do seguro-defeso
ÓLEO

Pescador afetado por vazamento terá parcela extra do seguro-defeso

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião