Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

INTERNACIONAL

Comissão aprova 2,4 bi de euros para Europa enfrentar crise

Ajuda para enfrentar a crise no continente, será pincipalmente do Oriente Médio e da África
10/08/2015 21:00 - AGENCIA BRASIL


A Comissão Europeia anunciou hoje (10), em Bruxelas, uma ajuda de 2,4 bilhões de euros para ajudar os países-membros a enfrentar a crise migratória no continente, pincipalmente do Oriente Médio e da África. 

De acordo com a porta-voz da comissão, Natasha Bertaud, a abordagem do problema está sendo feita "com olhos bem abertos". Natasha acrescentou que a intenção é continuar trabalhando em conjunto com os países-membros, de modo a tratar desse desafio da melhor maneira possível.

Itália e Grécia receberão a maior parte da ajuda financeira: 560 milhões e 473 milhões de Euros, respectivamente. Os dois países são a porta de entrada para quem tenta chegar ao continente pelo mar.

Dados da Organização das Nações Unidas (ONU) revelam que, de janeiro a julho, mais de 220 mil migrantes e refugiados atravessaram o Mediterrâneo em direção à Europa. Pelo menos 2 mil pessoas já moreram no mar ou estão desaparecidas.

O anúncio da ajuda financeira ocorreu após reunião do governo grego, concluída no sábado (8), para discutir a crise migratória. O primeiro-ministro Alexis Tsipras destacou a dimensão europeia do problema e a necessidade de utilizar os recursos possíveis, incluindo os de emergência, via União Europeia.

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!