Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

e-Commerce

Comércio virtual poderá ter elevação de 30% nos custos de transportes

Devido ao baixo volume, empresários não conseguem negociar contratos

23 JUN 17 - 09h:57Idgnow

Pequenos e médios empresários do comércio online poderão ter elevação nos custos de transportes em 30% com a exclusão do serviço e-Sedex, categoria de entrega expressa dos Correios com valores acessíveis, voltada exclusivamente às empresas de comércio eletrônico.

Com o encerramento do serviço, analistas de mercado e profissionais de e-commerce apontam para o risco de pequenas e médias lojas online tenham de adotar fretes mais caros, já que muitos não possuem contratos com outras transportadoras por conta do baixo volume de vendss.

“O término [do E-Sedex] ocasionará no aumento de preços imediato no frete e da redução de qualidade do serviço”, afirma Maurício Salvador, presidente da Associação Brasileira do Comércio Eletrônico (ABComm).

“O valor do frete representa em média 12% do total a ser pago por um produto adquirido via web”, diz Salvador. Segundo ele, com o aumento desse valor, é inevitável que a diferença não seja repassada ao consumidor final

Willians Marques, diretor-geral da Tray, unidade de e-commerce da Locaweb, estima que a tendência é que o frete fique até 30% mais alto. “O e-Sedex sempre foi de grande valia para os pequenos e-commerces, que devido ao baixo volume de pedidos não conseguem negociar contratos vantajosos com as transportadoras privadas. Agora, caso ainda optem pelos serviços da estatal, terão que utilizar o Sedex tradicional sem desconto.”

Mas há alternativas. Para Carlos Alves, diretor da área de marketplace do Magazine Luiza e vice-presidente da Associação Brasileira de Lojistas de e-Commerce (ABLEC), o encerramento pode representar melhoria na logística das lojas virtuais. “Atualmente, os consumidores estão dispostos a arcar com um custo um pouco mais alto do que o habitual em troca de uma entrega expressa, que ocorre no mesmo dia ou em um dia. Os e-commerces vão precisar reestruturar sua parte operacional e avaliar as melhores opções. Existem serviços de terceirização no qual é assumida toda a logística da empresa, como coleta, embalo e envio e também diversas opções de transportadoras que efetuam um trabalho de qualidade e com preços cada vez mais competitivos.”

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte
ACIDENTE AÉREO

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte

Mundial abre venda de ingressos em estádios a cinco dias de início
SUB-17

Mundial abre venda de ingressos a cinco dias de início

AIRBNB

STJ vai decidir se condomínios podem proibir aluguéis por aplicativos

Maia defende reforma tributária para combater desigualdade
BRASIL

Maia defende reforma tributária para combater desigualdade

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião