Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EUA

Trump visita Houston e Texas já computa <br>47 mortos após tempestade Harvey

Presidente pediu aprovação de pacote bilionário de ajuda ao Estado
02/09/2017 19:00 - FOLHAPRESS


 

Um dia após passagem da tempestade tropical Harvey pelo Estado do Texas, autoridades locais listam pelo menos 47 mortes.

O presidente Donald Trump e a mulher, Melania, foram neste sábado (2) à cidade de Houston, que, como Beuamont, foi bastante castigada pela passagem do Harvey.

"Os EUA estão com vocês", disse Trump, que já tinha visitado a cidade de Corpus Christi, no Texas, na última terça-feira (29).

O presidente pediu ao Congresso que aprove a liberação de um pacote de US$ 7,8 bilhões (cerca de R$ 24,55 bilhões) de ajuda ao Estado.

O relato de pessoas que tentam acessar suas casas com barco e caminhão após a inundação é desolador. E há bairros ilhados, sem acesso à água potável e à energia elétrica.

Em Beuamont, com 120 mil habitantes, não há previsão para a volta do abastecimento de água - todas as bombas da cidade foram quebradas com enchente -, já que o nível do rio Neches continuava a subir.

Para ter uma ideia do estrago, a Fema (Agência Federal de Gerenciamento de Emergências) já recebeu o nome de 440 mil texanos que precisam de auxílio.

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?