Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Inidoneidade

CGU lista novas empresas declaradas inidôneas para licitar e contratar com a administração pública

Entre as listadas, está Tomé Engenharia por ter efetuado pagamento a agentes públicos da Petrobras

19 SET 17 - 11h:36Istoé

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União declarou como inidônea para licitar e contratar com a administração pública a empresa Tomé Engenharia, “por ter efetuado pagamento a agentes públicos da Petrobras S/A com finalidades ilícitas, bem como por ter participado esporadicamente de procedimentos licitatórios direcionados em conluio com outras empresas”.

A decisão, assinada pelo ministro Wagner Rosario, está formalizada em despacho publicado no Diário Oficial da União (DOU) e encerra o Processo Administrativo de Responsabilização (PAR) instaurado contra a empresa em virtude das investigações da Operação Lava Jato.

No âmbito da Lava Jato, a CGU instaurou processos desse tipo contra 29 empresas. Além da Tomé Engenharia, também já foram declaradas inidôneas as empresas Alumini Engenharia, Mendes Júnior, Skanska, Iesa Óleo & Gás, Jaraguá Equipamentos Industriais e GDK. Segundo a Transparência, até agora três processos foram arquivados por falta de provas (NM Engenharia, Egesa e Niplan).

A declaração de inidoneidade, prevista na Lei de Licitações, impede que a empresa penalizada participe de novas licitações ou que seja contratada pela administração pública nos âmbitos federal, estadual e municipal por, no mínimo, dois anos.

Uma eventual reabilitação da empresa está condicionada ao ressarcimento do dano aos cofres públicos.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro volta a defender indulto natalino a policiais
BRASÍLIA

Bolsonaro volta a defender indulto natalino a policiais

Municípios pedem receita do pré-sal para pagar salários
BRASIL

Municípios pedem receita do pré-sal para pagar salários

Bolsonaro nega mudanças na equipe ministerial e elogia Weintraub
BRASÍLIA

Bolsonaro nega mudanças na equipe ministerial e elogia Weintraub

ENSINO SUPERIOR

Comissão para inspecionar Enem barrou 66 itens do banco de questões do MEC

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião