terça, 17 de julho de 2018

Belo Horizonte

Casal é agredido após utilizar serviço do Uber

10 AGO 2015Por jornal do brasil12h:06

A polêmica entre motoristas do Uber e taxistas parece não ter fim. No fim da noite da última sexta-feira (7), o músico Marcel Telles e a jornalista Luciana Machado foram cercados e xingados enquanto embarcavam em um carro do serviço alternativo, em uma avenida da região leste de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

De acordo com o depoimento da jornalista, publicado em seu perfil no Facebook, o casal e o motorista do carro foram ameaçados por três taxistas. Marcel tentou argumentar mas acabou agredido. Também em uma página na rede social, o músico publicou imagens com as marcas da agressão e um relato sobre o caso. Segundo o desabafo de Luciana, essa é a segunda vez que o casal passa por essa situação.

“Na primeira vez, eu e Marcel estávamos em frente ao hotel Ouro Minas aguardando o Uber. Quando ele chegou, um taxista parou na frente dele, tentando impedir que saíssemos com o carro. Reclamamos indignados, e conseguimos ir embora. Na última vez foi muito pior", disse.

Ainda de acordo com o relato da jornalista, os taxistas foram embora após uma ronda da polícia passar próximo ao local.

“Ingenuamente e muito nervosa, eu só fiz um pedido aos policiais militares que ali chegaram: por favor, nos ajude a sair daqui com segurança. Os militares nem sequer pararam o carro, desceram ou registraram o ocorrido", escreveu.

Por meio de nota, o Uber classificou o ocorrido como inaceitável. A empresa ainda "reafirma que oferece por meio de seus parceiros uma nova modalidade de transporte urbano que complementa a rede pública de transporte. Acreditamos que ideias são à prova de violência e que o cidadão precisa ter garantido seu direito de escolha no Brasil".

Leia Também