Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

COP21

Brasil pretende reduzir em 80% o desmatamento na Amazônia até 2020

Plano brasileiro sobre desaquecimento global será apresentado em conferência

24 AGO 15 - 20h:20Gildo Tavares

O Brasil vai apresentar um plano ambicioso na Conferência das Partes (COP21) que será de 30 de novembro a 11 de dezembro na cidade francesa de Le Bourget. O evento que acontece todos os anos para discutir as alterações climáticas, tenta convencer todos os países do mundo quanto à necessidade de todos fazerem parte no desaquecimento global.

A Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse que a meta brasileira é reduzir em 80% o desmatamento na Amazônia até 2020, este que é o principal emissor de poluentes do país. “Esta nossa meta é ambiciosa, mas vamos cumpri-la, estamos muito a frente dos outros países que querem discutir redução de emissão a partir de 2020”, destacou a ministra no 2º Enecob - Encontro Nacional de Editores, Colunistas e Blogueiros, promovido pela Coluna Esplanada.

A Ministra enfatizou ainda que o homem estaria acelerando as alterações do clima, e na opinião dela todos os países devem se comprometer com metas compulsórias. “Os países mais poluidores do mundo são China, Estados Unidos e em seguida vem a Índia, se estes países não se comprometerem não tem como sair um acordo”.

Na COP21 será discutido como cada país vai cumprir as metas que deveriam ter sido cumpridas no tratado de Kyoto, mas,como praticamente nenhum país cumpriu o acordo, as metas serão discutidas novamente.

O Brasil vem fazendo sua parte neste processo com a criação de leis que endurecem as penas para quem tenta burlar as leis. “Aqui é o único lugar do mundo onde as reservas legais são lei, desmatamento no Brasil é crime. O Brasil tem uma política que disciplina a terra”, disse Izabella.

Em 10 anos, o combate ao desmatamento fez com o Brasil reduzisse drasticamente a poluição por causa deste crime. Em 2005, 57% de poluição jogada pelo país na atmosfera era consequência do desmatamento, em 2015 este número caiu para 15%.

Estas medidas apresentadas pela Ministra do Meio Ambiente estão tendo avanços por causa da parceria entre os governos Federal, estadual e municipal. “A proposta brasileira de diminuição das alterações climáticas está sendo discutida com todos e deve ficar pronta em agosto deste ano e a apresentação será feita com a presença de cinco ministérios que estão envolvidos no processo”. 

Izabella aponta que como a nossa principal causa para as alterações climáticas são os desmatamentos, toda a sociedade brasileira precisar estar consciente das medidas para melhorar este processo. “60% da comercialização de madeira no Brasil é ilegal, e precisamos conter isso”.

Para Henrique Dolabella, Gerente de Concessão Florestal e Monitoramento, do Ministério do Meio Ambiente, o consumidor tem um papel importante no processo de conscientização para na hora de comprar um produto fabricado com madeira, saber a procedência do material. “A população precisa se informar cada vez mais de onde vem a madeira de móveis que está comprando”.

Para esta conscientização e consequentemente a redução no desmatamento, o Brasil criou a Concessão Florestal, que é um instrumento jurídico que estabelece uma parceria entre o poder e o setor privado para realizar o manejo de baixo impacto na floresta.

“Nas concessões o locatário da área tira de 5 a 6 árvores em uma área do tamanho de um campo de futebol, não tendo a necessidade derurbar a floresta com conrrentes puxadas por dois tratores. Agora prevalece a questão cultural”, disse Dolabella.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Proibição de telemarketing de telefônicas começa nesta terça-feira
'NÃO PERTUBE'

Proibição de telemarketing de telefônicas começa nesta terça-feira

STF

Governo não teme judicialização da reforma da Previdência, diz AGU

CASO COAF

Justiça do Rio julga hoje habeas de Flávio Bolsonaro contra quebra de sigilo

TELECOMUNICAÇÃO

Acordo vai encerrar cobrança de roaming em países do Mercosul

Mais Lidas