Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BRASIL

Bolsonaro lista resultados do governo, cita privatizações e pacote anticrime

Bolsonaro lista resultados do governo, cita privatizações e pacote anticrime
06/10/2019 11:48 - ESTADÃO CONTEÚDO


O presidente Jair Bolsonaro publicou, em sua conta oficial no Twitter neste domingo (6), uma lista nomeada de "Alguns resultados do trabalho do governo Bolsonaro nesta primeira semana de outubro de 2019". Na lista, com 19 itens, há destaque, por exemplo, para o lançamento da campanha para a aprovação do pacote anticrime, enviado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, ao Congresso.

Bolsonaro também cita que o governo alcançou a meta deste ano de privatizações e concessões. "Menos estado, menos cargos nas mãos de políticos, mais eficiência e dinheiro público aplicando em locais realmente necessários."

Ainda no campo econômico, o presidente destacou a sanção da lei que altera o modelo das concessões de telefonia fixa para o regime de autorização, retirando uma série de obrigações impostas às operadoras. Em troca disso, as operadoras terão que investir na expansão da banda larga do interior do País.

Bolsonaro ainda mencionou a digitalização de serviços públicos, o aumento de venda de carros novos em setembro frente ao mesmo mês do ano passado, segundo dados da Fenabrave, e a assinatura de um decreto que simplifica a entrada de bancos estrangeiros no Brasil, além do aumento da movimentação com o turismo nos primeiros sete meses do ano. De acordo com a CNC, diz o presidente, foi o melhor resultado dos últimos quatro anos.

No campo da segurança pública, Bolsonaro citou a aprovação na Câmara da MP 885, que agiliza a venda de bens apreendidos pelo tráfico de drogas e permite o uso de recursos no combate ao crime organizado. "Vitória do Brasil! Derrota do crime", disse, ressaltando que o projeto teve obstrução do PSOL.

Houve menção ainda à queda de 22,6% nas mortes violentas nos sete primeiros meses do ano ante ao mesmo período de 2018, segundo ele, e à redução de homicídios no mês de setembro nas cidades que aderiram ao programa Em Frente Brasil.

Já na área da educação, Bolsonaro citou os Estados que aderiram à escola Cívico-militar e destacou o lançamento de um projeto de ensino de educação financeira para crianças usando personagens infantis, além de mais bolsas de pesquisa em "áreas úteis como retorno à sociedade, sem aumentar impostos!"

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!