Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ACIDENTE COM AVIÃO

Bolívia nega recurso e seguradora terá que pagar vítimas da Chape

Bolívia nega recurso e seguradora terá que pagar vítimas da Chape
03/06/2017 08:50 - Folhapress


 

O governo boliviano considerou válida a apólice da Lamia com a seguradora Bisa e afirmou que a empresa terá que indenizar as vítimas do acidente com a delegação da Chapecoense em 2016. O valor a ser dividido entre sobreviventes e familiares dos mortos é de US$ 25 milhões (cerca de R$ 81 milhões).

A Bisa alegava que seu contrato com a Lamia não estava em vigor devido a inadimplência da companhia aérea. A seguradora também alegava que seu contrato com a empresa de aviação não previa voos para a Colômbia, onde ocorreu a tragédia.

A empresa ainda tentou um acordo de US$ 200 mil (aproximadamente R$ 650 mil) com os representantes das vítimas -sem sucesso.

O valor da apólice não será dividido igualmente. Será feito um cálculo levando em consideração a expectativa de vida de cada uma das vítimas -os mais jovens receberão mais que os mais velhos. Os familiares dos envolvidos no acidente acionaram o escritório Podhurst Orseck, com sede em Miami, para cuidar judicialmente do caso. 

Felpuda


Apesar de ainda fazer certo charme no estilo “se chamar, vou pensar” é praticamente certo que ex-candidato ao governo do Estado nas eleições passadas não participará da disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Nos meios políticos é falado que não se trata de “novidade” e que não haverá mais cavalo encilhado passando na sua frente. Ele ainda insinua que poderá voltar em 2022, mas há quem diga que não precisará pensar, pois faltará a tal da “chamada”.