Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Violência

Atentado com carro-bomba mata
ao menos 80 pessoas em Cabul

O fato aconteceu em uma área de alta segurança, perto do Palácio Presidencial

31 MAI 17 - 13h:43G1

Ao menos 80 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas em um atentado com caminhão-bomba nesta quarta-feira (31) em Cabul, capital do Afeganistão. O fato aconteceu em uma área de alta segurança, perto do Palácio Presidencial, de várias embaixadas e edifícios do governo. 

Até o momento, nenhum grupo reivindicou o ataque, mas o Talibã negou qualquer envolvimento.
Segundo o porta-voz do ministério afegão da Saúde, Waheed Majroh,  entre as vítimas estão mulheres e crianças e o resultado pode aumentar ainda mais, já que corpos ainda estão sendo retirados dos escombros. A BBC diz que 350 ficaram feridos.

Um motorista da BBC morreu e quatro jornalistas ficaram feridos no ataque, que aconteceu por volta das 8h25 (horário local, 0h55 de Brasília), no Distrito Policial 10, perto da Praça Zanbaq.

A explosão aconteceu perto da Embaixada da Alemanha, que ficou danificada, mas as equipes de segurança e o governo alemão ainda acham que é cedo para dizer que o imóvel era o alvo do ataque. O ministro de relações exteriores alemão, Sigmar Gabriel, afirmou que a equipe de segurança afegã que trabalhava no prédio está provavelmente entre os mortos e que algumas pessoas ficaram feridas, mas a maioria sem gravidade.

Os prédios da França e da Turquia também foram afetados. O governo da Turquia garantiu que seus funcionários não se feriram. A ministra francesa de negócios europeus, Marielle de Sarnez, afirmou que até o momento não há relato de pessoas machucadas na embaixada francesa.

Após o atentado, muitas pessoas tentavam desesperadamente entrar na área isolada para saber notícias de familiares e amigos, constatou a France Presse (AFP). “Graças a Deus, o pessoal da embaixada indiana está são e salvo após a enorme explosão em Cabul”, tuitou a chefe da diplomacia indiana, Sushma Swaraj.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

JUSTIÇA SUSPENDEU

Bolsonaro diz que vai manter passaporte diplomático de Edir Macedo

DIREITOS HUMANOS

Brasil cai três posições em ranking de liberdade de imprensa

SEMANA SANTA

Papa Francisco lava pés de brasileiro e outros 11 presos

Decisão de Toffoli libera Lula <br>para conceder entrevista
LIMINAR PERDEU EFEITO

Decisão de Toffoli libera Lula
para conceder entrevista

Mais Lidas