Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DECLARAÇÕES

Após desarmamento das Farc, Santos diz que pobreza é novo inimigo da Colômbia

O presidente também diz que mudança para a paz "requer um país unido, não polarizado"

11 JUN 17 - 10h:43AGÊNCIA BRASIL

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, disse que, após o processo de desmobilização das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), os novos inimigos do país são a pobreza e a desigualdade. As informações são da Agência EFE. 

"Todos vamos levar este país adiante. As Farc estão entregando as suas armas e vão desaparecer como grupo armado. Assim os novos inimigos são a pobreza, a ignorância e a falta de saúde, que é o que estamos combatendo e o que estamos vencendo", afirmou Santos.

O presidente também manifestou que a mudança para a paz "requer um país unido, não polarizado. É o que eu quero para a Colômbia".

Na última quinta-feira, a missão da Organização das Nações Unidas (ONU) na Colômbia confirmou que as Farc já entregaram 2.300 armas, o equivalente a 30% do arsenal do grupo guerrilheiro, que faz sua transição à vida civil depois de assinar o acordo de paz com o governo.

O líder máximo das Farc, Rodrigo Londoño, conhecido Timochenko, afirmou na última quarta-feira que a guerrilha entregará mais 30% de seu armamento no próximo dia 14 de junho e os 40% restantes em 20 de junho. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PROCURADOR DA REPÚBLICA

Deltan Dallagnol abre mão de promoção para ficar na Lava Jato

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte
ACIDENTE AÉREO

Três pessoas morrem em queda de avião em Belo Horizonte

Mundial abre venda de ingressos em estádios a cinco dias de início
SUB-17

Mundial abre venda de ingressos a cinco dias de início

AIRBNB

STJ vai decidir se condomínios podem proibir aluguéis por aplicativos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião