Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

EUROPA

Alemães movem 60 mil pessoas para desarmar bomba da Segunda Guerra

2 SET 17 - 20h:00FOLHAPRESS

Os serviços de emergência de Frankfurt começaram a evacuar pacientes de dois hospitais da cidade neste sábado (2) em preparação para desarmar uma enorme bomba da Segunda Guerra Mundial.

Uma área de 1,5 quilômetro em torno da bomba foi evacuada, incluindo dois hospitais, o quartel-general da Polícia e o Banco Central alemão.

Cerca de 60 mil pessoas tiveram que deixar suas casas cedo enquanto forças de segurança desarmavam a bomba britânica de 1,4 tonelada, descoberta no bairro de Westend, onde vive a elite da capital financeira da Alemanha.

Mais de cem pacientes dos hospitais, inclusive bebês prematuros e pessoas em unidades de terapia intensiva foram evacuados neste sábado, contou o conselheiro da cidade de Frankfurt, Markus Frank.

Os chefes de polícia e dos bombeiros avisaram que pessoas seriam retiradas à força de suas casas e poderiam ser presas para forçar a evacuação. Segundo eles, uma explosão não controlada do material poderia destruir um quarteirão inteiro da cidade.

As autoridades presumem que a bomba foi atirada pela Real Força Aérea Britânica durante a segunda guerra. Mais de 2 mil toneladas de bombas e munições são encontradas a cada ano na Alemanha. A estimativa é que 15% das 1,5 milhão de toneladas largadas sobre a Alemanha durante a guerra não explodiram.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MERCADO INTERNACIONAL

Analistas veem ganho para Brasil com acordo entre EUA e China

Senado deve votar MP do Coaf na terça-feira
BRASÍLIA

Senado deve votar MP do Coaf na terça-feira

Governo quer leiloar 44 ativos de infraestrutura em 2020, diz ministro
BRASIL

Governo quer leiloar 44 ativos de infraestrutura em 2020, diz ministro

CPI da Chapecoense inicia atividades e quer ouvir presidente da CBF
BRASÍLIA

CPI da Chapecoense inicia atividades e quer ouvir presidente da CBF

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião