Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para este sábado

Confira o seu astral para este sábado
25/01/2020 04:00 - OSCAR QUIROGA


 

É OBRIGATÓRIO SER LIVRE

Faz a seguinte experiência, toma este dia para colocar em prática todas as ideações que te ocorrerem, e observa as reflexões que fizeres a esse respeito, tanto quanto a impossibilidade de praticar tudo que pensas, porque no mesmo espaço de tempo em que te dedicas a praticar alguma dessas, inúmeras outras ideações continuam ocorrendo. Isso deve te dar a oportunidade de verificar que, durante o curto tempo de existência, seria impossível realizar tudo que se pensa. Esse excesso de ideações e a estreita margem de realização há de te comprovar tua liberdade, porque o tempo inteiro tu precisarás, como bom ser humano que és, escolher livremente a que ideações servir e que outras descartar. A liberdade é humana, dela não podes te livrar, o que é um paradoxo, porque tu não tens escolha nem alternativa, é obrigatório ser livre.

Áries 21/03 a 20/04
O bom entendimento de todas as partes é muito importante e facilita muita coisa também. Porém, não é suficiente, porque a partir do entendimento as questões práticas precisam encontrar as soluções pertinentes.

Touro 21/04 a 20/05
O que era difícil continua do mesmo jeito, mas sua atitude mudou e isso faz enorme diferença, porque mesmo que as coisas continuem pela trilha da dificuldade, sua boa vontade saberá perceber onde estão as soluções.

Gêmeos 21/05 a 20/06
Se as ideias dos outros são melhores do que as suas, apesar do choque inicial, não deixe isso afetar demais seu humor. As ideias, de fato, não são de ninguém, circulam livremente pela mente de nossa humanidade.

Câncer 21/06 a 21/07
A liberdade própria e a dos outros também, eis um tema com que sua alma nunca saberá lidar muito bem, porque sua natureza se apoia na força da proteção de tradições e costumes. A liberdade detona com tudo isso.

Leão 22/07 a 22/08
As propostas que em outros tempos seriam inaceitáveis, têm agora muitas chances de serem aprovadas. Tudo requererá uma dose extra de atrevimento de sua parte, mas quanto a isso, o céu garante bastante margem.

Virgem 23/08 a 22/09
O planejamento continua e requer definições específicas. Aproveite este momento para avançar nesse terreno, que é chato e maçante, porém, fundamental, já que tudo o mais que viria depois depende de definições.

Libra 23/09 a 22/10
Sentir-se só não é uma condição revigorante, pelo contrário. Por isso mesmo que a todo momento você há de olhar ao seu redor e verificar o estado dos relacionamentos, compartilhando com as pessoas os momentos de prazer.

Escorpião 23/10 a 21/11
É bom ter segurança, muito melhor ainda ter confiança. Porém, não dá para imaginar que essas medidas existenciais aconteçam por si sós, como presentes do céu, tudo isso há de ser conquistado através das livres escolhas.

Sagitário 22/11 a 21/12
Viver não é uma teoria, é uma prática constante. Por isso, apesar de ser lindas suas visões e maravilhosas suas ideias, nada disso fará de você alguém importante. O assunto é como passar tudo isso para a prática.

Capricórnio 22/12 a 20/01
Apesar do inconsciente com que todo ser humano precisa lidar, que oculta de nosso entendimento imediato as verdadeiras razões de ser, mesmo assim você há de se esforçar para conhecer suas verdadeiras intenções.

Aquário 21/01 a 19/02
No fim, há de ser você quem sirva de apoio para a turma se constituir. É uma responsabilidade e tanto, porque na prática significa que você terá de fazer uma triagem, escolhendo uns em detrimento de outros.

Peixes 20/02 a 20/03
É muito importante que você escolha o foco de sua atenção, porque só isso manterá sua consciência plena e levitando sobre o mar de circunstâncias alteradas que ocorre ao seu redor. Passe por tudo com leveza.

Felpuda


Dez vereadores da Capital mudaram de partido na tentativa de encarar a reeleição ou, dependendo do caso, disputar a vaga de vice-prefeito. Legendas foram “engordadas”, outras entraram em estado de inanição e outras ainda simplesmente sumiram do mapa. Que ninguém ouse perguntar a quem “trocou de camisa” qual a linha programática dos partidos em que agora estão filiados. Seria para eles, digamos, questão de pouca importância. Política tem dessas coisas...