Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MÚSICA E TEXTO

Vencedora do Grammy Latino se apresenta na Capital

A pianista Sonia Rubinsky faz shoe ao lado da mãe e professora Zlata Rubinsky
10/09/2019 07:00 - NAIANE MESQUITA


 

Vencedora do Grammy Latino de 2009, na categoria Melhor Gravação do Ano, a pianista Sonia Rubinsky se apresenta no Teatro Glauce Rocha nesta quinta-feira (12), às 19h30min, ao lado da mãe, Zlata Kaplan Rubinsky. O espetáculo mescla momentos dedicados às músicas de grandes compositores e textos poéticos selecionados especialmente para o espetáculo. 

Em entrevista ao Correio do Estado, Sonia explica que esta é a primeira vez que se une à mãe nos palcos. “Ela é uma pessoa incrível, tem 91 anos, foi professora de latim, grego, português e está muito ligada à literatura. No espetáculo, ela apresenta textos dela e que ela escolheu de outros autores”, afirma a pianista.

Sonia explica que atualmente a mãe tem se dedicado a outras artes. “Ela trabalha em tempo integral, participou de espetáculos teatrais nos últimos três anos, inclusive uma adaptação de Anne Frank”, diz, orgulhosa. 

O espetáculo em Campo Grande é dedicado a essa combinação de mãe e filha, de texto e canção. Um resgate das raízes da família.

“As canções pontuam o texto muito bem, de uma maneira emocionante. Os textos são variados e contribuem para toda a apresentação”, reflete Sonia.

As peças de música apresentadas são, segundo a pianista, curtas. “A mais longa tem 12 minutos”, indica. 

No repertório musical há clássicos inegáveis, como Bach, Chopin, Villa-Lobos e Beethoven, todos parte da trajetória da pianista, que desde os 13 anos vive fora do País. “Venho duas vezes por ano, pelo menos, ao Brasil, onde aproveito para realizar apresentações, como essa em Campo Grande”, indica.  

No currículo de Sonia, além do Grammy, há o destaque como Melhor Recitalista do Ano pela Associação de Críticos de Artes de São Paulo. 

Nos estudos, a pianista iniciou a carreira no Conservatório de Música de Campinas, com Olga Rizzardo Normanha. Criança prodígio, realizou o primeiro recital aos seis anos de idade e, aos 12 anos, atuou como solista em orquestra.

Aos 16 anos foi convidada para tocar no filme “Arthur Rubinstein em Israel”,  que elogiou seu temperamento. Sonia recebeu o Doutorado em Performance em Piano da Juilliard School, em Nova York, onde obteve o 1º lugar no Artists International Competition in New York em 1984.

 Sua discografia inclui 15 gravações solo com obras de Bach, Debussy, Messiaen, Scarlatti, Mozart, Mendelssohn, Almeida Prado e Villa-Lobos. 

Para o último compositor, mais de 12 anos de pesquisa e consulta de manuscritos em diferentes países possibilitaram a gravação da integral da obra para piano solo em oito volumes, contendo várias estreias mundiais. Foi homenageada com o maior prêmio de música clássica no Brasil, o Prêmio Carlos Gomes, como Pianista do Ano, em 2006, e Instrumentalista do Ano, em 2009 e 2012. 

O ingresso para o espetáculo é 1 kg de alimento não perecível, que será revertido para a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC).

O Teatro Glauce Rocha está localizado no campus da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), na Avenida Costa e Silva, no Bairro Pioneiros. Informações e ingressos pelo telefone (67) 99297-4890. O evento tem apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. 

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!