CELEBRAÇÃO

Tradicional Arraial do Banho de São João começa hoje em Corumbá

Evento tem shows sertanejos e descida de andores em homenagem ao santo
20/06/2019 11:40 - NAIANE MESQUITA


 

O tradicional Arraial do Banho de São João começa nesta quinta-feira, 20 de junho, em Corumbá. A primeira noite da mais tradicional festa junina do Mato Grosso do Sul terá início com os shows de Márcio Reis, Marcelo Oliveira, Jailson Sudário e de Cristiano Garcia.

O evento começa a partir das 18 horas, com outras atrações, como praça de alimentação, estande de artesanato, Altar de todos os santos e o pau de Sebo, uma tradição junina. Todas essas atividades continuam na sexta-feira, sábado e também no domingo.

No dia 21, sexta-feira, acontece o Concurso de Andores e os shows serão de Isac e Brandão, Gurizada Baileira, Marinho Azevedo e a atração nacional Matogrosso e Mathias. No sábado, dia 22, além do Concurso de Quadrilhas, a animação fica por conta de Izze, Marcelo e Renato, Tiel e Renan, Dudu Lino e Alex e Yvan.

No domingo, 23, ponto alto do Arraial do Banho de São João, além da descida dos andores, elevação do mastro e do show pirotécnico, também acontece os shows de Os Garotos, Juninho e Luan, e João Haroldo e Betinho.

Banho de São João

Em Corumbá (MS), a festa junina tem cortejo de andores e batismo do santo nas águas do rio Paraguai. Essa é mais uma representação da diversidade cultural dos festejos de São João do Brasil.

As margens do Rio Paraguai são o cenário da maior festa junina do Mato Grosso do Sul e de um dos festejos sacro-profanos mais diferenciados do Brasil, o “Banho de São João”. A festa remonta às origens de Corumbá e, pela sua singularidade, foi incorporada ao Patrimônio Imaterial de Mato Grosso do Sul.

A zona portuária de Corumbá transforma-se em um grande arraial pantaneiro. Os cururueiros e suas violas de cocho, outro Patrimônio Imaterial de Mato Grosso do Sul, dão o toque musical à festa, que também recebe influência da cultura boliviana. Tradições do São João brasileiro como as quadrilhas juninas e comidas típicas fazem parte do arraial de Corumbá. A parte religiosa, entre outros rituais, tem novenário em família e mastro da bandeira.

Os mais de 100 “festeiros” de Corumbá capricham na decoração dos andores e altares domésticos. Seguindo a tradição, as mulheres cuidam dos quitutes juninos e os homens preparam a fogueira. A grande procissão de São João é precedida de pequenas procissões em torno das casas e em volta da fogueira. Algumas famílias mantém o banho caseiro onde a imagem de São João é batizada em tanques e cisternas.

Na noite de São João a população e turistas atraídos pela festa ocupam as ruas do Porto Geral. A descida da ladeira se transforma num ritual secular que inclui passar por baixo dos andores, caminhar descalço e banhar as dezenas de imagens conduzidas pelas famílias até as margens do Paraguai. Uma queima de fogos ilumina os céus de Corumbá anunciado a chegada do dia do santo que, segundo a Bíblia, teria batizado Jesus.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".