Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CINECLUBE

Clássico de Shakespeare é atração de amanhã no MIS

Entrada é gratuita, a partir das 19h
26/05/2019 09:45 - Naiane Mesquita


 

O filme "A Última Tempestade" será exibido amanhã (27), às 19 horas, no Museu da Imagem e do Som (MIS), em Campo Grande, com entrada gratuita. Inspirado na obra de William Shakespeare, o longa-metragem mostra a história de um homem consumido pelo desejo de vingança. 

A exibição do filme é promovida pelo Cineclube Marginália, remanescente do antigo Cinema de Horror, vinculado ao curso de Letras da UFMS.

O cineclube mudou o nome para Cineclube Guarani em 2016 e, depois de votação entre seus membros, utiliza a denominação Marginália. Formado por ativistas de movimentos sociais campo-grandenses, artistas e estudantes universitários, o Cineclube Marginália tem por objetivo descentralizar o acesso à arte e à informação e levar sessões gratuitas de filmes e debates ao MIS.

O longa “A última tempestade", de Peter Greenaway, foi lançado em 1991. Trata-se de uma história de vingança: depois de passar 20 anos em exílio, o bruxo Próspero (John Gielgud) encontra uma oportunidade para se vingar de seus inimigos, quando Miranda (Isabelle Pasco), sua filha, apaixona-se pelo filho de seu rival.

Depois da exibição, será realizado um bate-papo entre os colaboradores do Marginália. As exibições do Cineclube acontecem mensalmente, sempre na última segunda-feira do mês. A entrada é franca. O MIS fica no 3º andar do Memorial da Cultura, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559, Centro. Informações pelo telefone: (67) 3316-9178.

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.