Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO B

Seriado 'Chaves' vai ganhar musical no Brasil em 2019

Seriado 'Chaves' vai ganhar musical no Brasil em 2019
26/11/2018 23:30 - FOLHAPRESS


Lá vem o Chaves, Chaves, Chaves... E desta vez no teatro. O seriado que há mais de 30 anos diverte o público do SBT vai ganhar os palcos em 2019, em forma de musical.

Além de falar do personagem mais importante criado pelo mexicano Roberto Gómez Bolaños (1929-2014), o espetáculo fará uma homenagem ao humorista. "Será um tributo a ele. Queremos contar como Bolaños conseguiu criar essa multidão de personagens", conta Adriana Del Claro, que cuida da produção.

Ela diz que conta com o apoio das pessoas que ficaram responsáveis pelo espólio do artista. "Eles já nos mostraram parte do acervo e será possível mostrar algumas peças inéditas", promete Adriana. O espetáculo ainda tem a ajuda do SBT.

A ideia é que, no teatro onde o musical esteja em cartaz, tenha também um espaço que reproduza os cenários do seriado. "O público poderá sentir a experiência de se sentir na vila", diz Adriana.

"O Chaves é um personagem que precisa ser colocado no patamar dos palhaços famosos do mundo. Ele era um palhaço melancólico, sem pintura no rosto e que fazia um humor com poucos recursos", explica Fernanda Maia, que vai escrever o musical.

A peça terá tanto referências a episódios conhecidos quanto novas histórias. As músicas que os fãs gostam estarão lá, bem como composições inéditas. "Não compensa levar ao teatro o que já foi feito na televisão, mas também não podemos trair a memória afetiva das pessoas ligadas à série", conta Fernanda.

A escritora afirma que o elenco ainda não foi escolhido. "E não basta ser apenas parecido. Tem que ter a essência do personagem."

Fernanda ainda ressalta a qualidade de criação de Bolaños. "Sou atriz também. Já aconteceu, algumas vezes, de um diretor, em uma peça séria, usar como referência alguma passagem criada para o Chaves", conta.

Ainda não há data nem local definidos para a estreia.

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.