Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SUSTO

Marcelo de Nóbrega sofre grave infarto e pai chama sobrevivência de milagre

Marcelo de Nóbrega sofre grave infarto e pai chama sobrevivência de milagre
14/03/2019 14:16 - FOLHAPRESS


 

O ator e diretor Marcelo de Nóbrega, 54, sofreu um grave infarto na semana passada. A família não divulgou o ocorrido na data. Contudo, nesta quinta-feira (14), ele ganhará uma homenagem do pai, Carlos Aberto de Nóbrega, 83, na edição de hoje do humorístico A Praça É Nossa (SBT). Marcelo é ator e diretor do programa.

Segundo o pai do artista, Marcelo sofreu oito paradas cardíacas na quinta-feira passada (7). Ele sobreviveu, passou por uma angioplastia e está em casa em recuperação.

Dalila Nóbrega, filha de Marcelo, e o humorista Ary Toledo farão parte da homenagem.

"Não noticiei, porque não faz parte da minha maneira de viver contar minha vida pessoal. Mas o Marcelo, na quinta-feira passada, teve um infarto muito forte. Está vivo por milagre e porque existe uma equipe igual à do Dr. Celso Alves. Ele teve oito paradas cardíacas e está vivo por milagre. Está salvo, fora de perigo, está em casa", afirmou Carlos Alberto de Nóbrega, durante a gravação do programa.

O pai de Marcelo afirma que a A Praça é mais do que uma atração de TV, é um programa de família, e que por isso usou um de seus episódios para agradecer pela saúde do filho. "Tem muitas coisas que a gente faz que certamente em outra emissora não daria para fazer", afirma o apresentador.

Marcelo de Nóbrega participa do programa A Praça É Nossa desde a década de 1980 interpretando personagens como Xorãozinho, da dupla Xitãoró e Xorãozinho, e a Velha Surda. Atualmente, ele dirige o programa e faz o papel do Explicadinho, outro personagem clássico do humorístico.

Como ator, ele fez sua estreia na série "Anos Dourados" (Globo-1996) e fez participações em Os Trapalhões. Marcelo também dirigiu A Escolinha do Golias (SBT).

 

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.