Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TELEVISÃO

Hora do adeus de Agatha Moreira

A atriz garante que viverá processo de luto com o fim de 'A Dona do Pedaço', ao se despedir da malvada Josiane
07/11/2019 15:46 - MÁRCIO MAIO/TV Press


 

Quando chegar 22 de novembro, dia do último capítulo de “A Dona do Pedaço”, Agatha Moreira sabe que entrará em luto. A atriz, que dá vida à perversa Josiane na novela das 21h da Globo, assume que não será fácil se despedir da atual personagem. Não só pela experiência de, ao longo de quase um ano, gravar as cenas para o folhetim. Mas também pela intensidade e pela carga emocional que um papel como esse traz. “Quando acaba uma novela, é uma sensação de vazio gigantesca. Como a morte de alguém, de uma pessoa muito próxima, que conviveu comigo durante um ano e, de repente, vai embora. Isso é muito louco. Para mim, é um luto mesmo”, garante.

Na história, Josiane aprontou bastante com a mãe, a boleira Maria da Paz, interpretada por Juliana Paes. Agora, no entanto, já começa a pagar por seus erros. Agatha garante que ainda não sabe qual será o desfecho de sua personagem, mas não tem dúvidas do que quer ver no ar. “Josiane tem de pagar pelo que fez. Maria da Paz é uma mulher maravilhosa e sofreu muito ali, Josiane precisa sofrer também”, aponta, garantindo que não aposta em um arrependimento sincero da ex-patricinha e nem em um rompante de amores dela pela mãe. “Podem até escrever dessa forma. Mas eu, Agatha, não acredito”, atesta.

Agatha Moreira (Foto: Divulgação/Globo)

Ao longo desses seis meses de exibição, “A Dona do Pedaço” reservou diversas cenas de crimes para Agatha gravar. Entre assassinatos concretizados e tentativas que deram errado para a personagem, a atriz confessa que não sobra muito espaço para se sensibilizar enquanto grava sequências assim. Nada de frieza, a questão é mesmo técnica. “É tanta coisa na hora, tantos planos que gravamos, alguns só para mostrar o meu braço levantando, por exemplo. Você se concentra e acaba não se aprofundando na situação em si. A preocupação em dar tudo certo é imensa”, justifica.

Se em cena Josiane mostrou inúmeras maldades e atos condenáveis, Agatha garante que, na vida, o momento não poderia ser melhor. A atriz tem uma agenda cheia e é bastante requisitada para trabalhos publicitários. “Graças a Deus! Acho que 90% das pessoas que falam comigo têm discurso de ódio contra a Josiane, mas elogiam meu trabalho. E é ótimo ouvir isso do público. Esse reconhecimento é uma das coisas mais importantes do nosso trabalho”, frisa Agatha, que tem vários amigos que juram não perder um capítulo de “A Dona do Pedaço”. “Alguns não estão acostumados a ver novela ou trabalham até tarde. Mas assistem pela internet, antes de dormir, deixando de curtir uma hora a mais de sono para acompanhar a gente. A repercussão é muito grande”, valoriza.

Por enquanto, a atriz não sabe qual será seu futuro na Globo com o fim do folhetim. Há sete anos contratada da emissora, ela já participou de sete novelas, ou seja, não teve longas férias na tevê. Se tiver de voltar ao ar em breve, assegura, estará pronta para isso. Mas não esconde: gostaria de poder realizar um plano antigo. “Se rolar um descanso maior, tenho vontade de fazer um curso fora do Brasil. Experimentar outras formas de atuação, conhecer novos mestres que me ensinem coisas diferentes e poder crescer profissionalmente”, conta.

Felpuda


Vêm aumentando que só os disparos de segmentos diversos contra cabecinha coroada que, até então, acreditava voar em céu de brigadeiro. O novo coronavírus chegou, ganhou espaço, continua avançando e atualmente tem sido o melhor cabo eleitoral dos adversários. A continuar assim, sem ações mais eficazes, o estrago político poderá ser grande. Observadores mais atentos têm dito que o momento não é de viver o conto da “Bela Adormecida”. Só!