Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Escola ganha 300 livros após parceria da Prefeitura com livraria

Obras infantis reforçarão unidade da rede municipal
13/09/2019 18:18 - RAFAEL RIBEIRO (com assessoria)


 

Com a intenção de despertar e incentivar a leitura aos alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme), a Secretaria Municipal de Educação (Semed) levou para a escola municipal “Professora Ione Catarina Gianotti Igydio”, por meio da biblioteca escolar o projeto “Construindo leitores na Escola”.

A ação é uma parceria com a livraria Leitura, que fez uma doação de 370 livros infantis, incluindo gibis, para a unidade escolar. As obras ficarão disponíveis em um castelo de MDF e a ideia é utilizar o lúdico para despertar o prazer pela literatura entre as crianças da Educação Infantil, que totaliza 350 alunos na unidade.

A entrega das obras e do castelo aconteceu na tarde desta quarta-feira (12) e contou com a presença da secretária municipal de Educação, Elza Fernandes, que elogiou o empenho da equipe da Reme em viabilizar o projeto.

“Foi um gesto de carinho de todos que se preocupam com a educação. Parabenizo também os profissionais da escola que realizam um grande trabalho. Essa é a extensão das nossas ações que proporcionam uma aprendizagem diferente aos alunos”, destacou a secretária.

“Nós buscamos parcerias no intuito de contribuir efetivamente no processo de construção de um aluno leitor. Esse castelo tem o propósito de mostrar que a leitura pode estar em todo lugar, não apenas na biblioteca. Nós do setor publico precisamos dessas parcerias, que são preciosas”, afirmou a coordenadora do projeto, professora Mirna Santana.

O diretor da escola, Jeferson Rosseto, destacou a importância do projeto no processo de aprendizagem. “O hábito da leitura é fundamental para o desenvolvimento pedagógico da criança e esse projeto só tem a acrescentar”, disse.

A ação, desenvolvida pela biblioteca da Secretaria Municipal de Educação, é coordenada pela superintendência de Políticas Educacionais, através da Divisão de Tecnologia Educacional.

O sócio-gerente da livraria Leitura em Campo Grande, Wander Cesar de Lima, explicou que  a ideia de construir os castelos para abrigar os livros foi do presidente da empresa, que decidiu, há alguns anos, distribuir os castelos à escolas e entidades do país.

“Buscamos contemplar entidades que somassem ao nosso interesse de divulgar a leitura. Estimular as crianças desde pequenas a conhecer o universo literário, forma cidadãos que futuramente terão um com conhecimento maior. Se desde pequena a criança é acostumada a ler, vai se tornar um adulto leitor e existem diversa maneiras de estimular essa leitura”, destacou.

Além dos livros, a escola também ganhou de uma empresa de tintas, a revitalização do parquinho. O evento ainda contou com a presença do vereador Valdir Gomes e da Liga do Bem, grupo de voluntários que utilizam fantasias de super-heróis para apresentações em entidades, escolas e hospitais.

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!