Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

TURISMO BONITO

Enquanto se discute a água, flutuação lidera visitas em Bonito

Lago Azul e São Miguel ficaram em 2º lugar

24 JUN 19 - 07h:00SILVIO ANDRADE

O turvamento pontual ocorrido nas águas do Formoso e Prata, entre os rios mais cristalinos do mundo, em Bonito, não prejudicou o fluxo turístico à região, segundo dados divulgados pelo Observatório de Turismo do município relativos ao desempenho dos atrativos turísticos no mês de maio, considerado período de baixa temporada.

A flutuação nestes rios foi o passeio, entre 45 atrativos, mais visitado, superando os balneários, líderes históricos.

A frequência de 9.170 turistas nos banhados, onde a transparência das águas permite praticar o snorkeling em contato com cardumes de piraputangas e outros peixes e com a exuberância da natureza, desfaz a imagem negativa que a divulgação da turbidez no ecossistema deixou no principal destino de ecoturismo do Brasil, segundo o secretário municipal de turismo, Augusto Mariano. O cristalino das águas se recompôs rapidamente.

FLUXO

Nos meses de janeiro a abril, confirmando uma tendência do turismo local, os balneários lideraram o número de visitantes. A flutuação, que é o segundo atrativo mais procurado, no entanto, destacou-se em maio, em um período de discussões acerca dos impactos ambientais causados à qualidade da água dos rios pela expansão da agricultura e excesso de chuvas. O número de visitantes aos balneários caiu de 11.340, em abril, para 5.796, em maio.

Conforme boletim do Observatório do Turismo de Bonito, o segundo atrativo mais visitado no mês passado foram as grutas do Lago Azul e São Miguel, totalizando 8.974 pessoas. O fluxo turístico à região segue em linha crescente em 2019 em relação aos últimos dois anos e próximo ao registrado em 2016, considerado a melhor temporada, com 212 mil visitantes. Em maio, a cidade recebeu 14.152 turistas, 652 a menos do que em 2016 e 993 a mais que 2018.

A taxa de ocupação da rede hoteleira entre maio de 2019 e de 2016 também se assemelha – 39% e 44%, respectivamente. Foram comercializados 36.188 bilhetes (voucher) no mês passado para visita aos atrativos (balneários, botes, cachoeiras, flutuações, grutas e passeios urbanos), com média do valor do tíquete de R$ 131,06. 

No período, a taxa de ocupação da Gruta do Lago Azul, a mais visitada do Brasil, foi de 54% (em 2016, chegou a 60%).

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Paródia dos telejornais, programa de humor estreia nesta terça-feira
HUMOR

Paródia dos telejornais, programa de humor estreia nesta terça-feira

Projeto social que ensina balé para crianças está com inscrições abertas
ARTE

Projeto social que ensina balé para crianças está com inscrições abertas

Realities de culinária continuam prestigiados na grade da Band
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Realities de culinária continuam prestigiados na grade da Band

Harry e Meghan deixarão título de 'alteza real' e de receber dinheiro público
FAMÍLIA REAL

Harry e Meghan deixarão título de 'alteza real' e de receber dinheiro público

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião