Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VIA STREAMING

Dica de série: “The A List”

Representante de um gênero que não para de crescer, <br>esta é a nova série de suspense juvenil que chega à Netflix
29/08/2019 06:00 - KREITLON PEREIRA, VIA STREAMING


 

Seja pela temática envolvente, pela fácil identificação ou até mesmo pela nostalgia, o fato é que séries adolescentes possuem algum inexplicável elemento que, quando bem-sucedidas, lhes concedem uma apaixonada base de fãs e longas temporadas. Porém, nos últimos anos, observou-se uma saturação do mercado que, em decorrência da imensa quantidade de conteúdo disponibilizada por sites de streaming, exigia algum diferencial que as concedessem agilidade. Com isso, séries como “Stranger Things”, “Riverdale” e “Sabrina” encontraram no suspense da ficção científica a chave para o sucesso. Com o intuito de seguir essa abordagem, o canal britânico BBC criou a série “The A List”, que chega dia 30 de agosto na Netflix.

Ao longo de treze capítulos, a série acompanha Mia (Lisa Ambalavner) uma garota acostumada a ser o centro das atenções que é obrigada a passar o verão acampando com desconhecidos em uma ilha remota, onde o contato com o exterior é limitado. É nesse cenário que surgem novas amizades e interesses amorosos, protagonizados por Kayleigh (Savannah Baker) e Dev (Jacob Dudman). Porém, essa popularidade recém conquistada é ameaçada quando Amber (Ellie Ducles) chega no acampamento. À medida que a tensão entre as duas aumenta, coisas estranhas começam a acontecer tanto na ilha quanto em seus residentes provisórios. Dessa forma, Mia precisa deixar seus ciúmes e sua paranóia de lado para descobrir a causa desses eventos sobrenaturais que, de alguma forma, parecem estar sempre conectados a Amber.

“The A List” foi criada por Nina Metivier (“Doctor Who”) e Dan Berlinka com produção da Kindle Entertainment. A produção gravada na Escócia explora temas como tensão psicológica, manipulação, lealdade e traição. Ao comprar seus direitos de reprodução, a Netflix se encarrega de disponibilizar a série em todos os países que se encontra, com exceção do Reino Unido, onde só é possível assistir na BBC iPlayer.

Felpuda


Apesar de ainda fazer certo charme no estilo “se chamar, vou pensar” é praticamente certo que ex-candidato ao governo do Estado nas eleições passadas não participará da disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Nos meios políticos é falado que não se trata de “novidade” e que não haverá mais cavalo encilhado passando na sua frente. Ele ainda insinua que poderá voltar em 2022, mas há quem diga que não precisará pensar, pois faltará a tal da “chamada”.