Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VIA STREAMING

Dica da semana: The Good Place

Série da Netflix lança sua temporada final em 2019 e conta sobre um cavalo à procura da felicidade
04/12/2019 15:35 - KREITLON PEREIRA, VIA STREAMING


 

Apesar da morte ser uma etapa da existência com a qual todos têm que conviver, ninguém está plenamente de acordo com a própria ideia de finitude. O assunto é considerado tabu e, em busca de algum conforto, muitas pessoas se voltam para as explicações religiosas. No geral, são oferecidas duas respostas: a ressureição e a reencarnação, ambas com qualidade condicionada ao comportamento enquanto vivo. Com o intuito de trazer uma visão cômica para esses questionamentos, “The Good Place” estreou na televisão americana em 2016 com sua própria interpretação do que seria essa vida após a morte. No Brasil, todas as quatro temporadas encontram-se disponíveis pela Netflix.

Criada por Michael Schur, a série se inicia com a chegada de Eleanor Shellstrop (Kristen Bell) no Paraíso, o lugar onde pessoas éticas e com pontos suficientes – adquiridos pelas boas atitudes na Terra – residem após a morte. No entanto, enquanto viva Eleanor era extremamente egoísta e irresponsável, com tão pouco interesse pelos outros que trabalhava vendendo remédios falsos para idosos. Ou seja, um erro fora cometido, e não seria ela quem informaria o acidente a Michael (Ted Danson), uma espécie de anjo-arquiteto que projetou o bairro no qual foi alocada.

No início, Eleanor age como se tivesse ganhado em uma loteria do destino e, portanto, pudesse desfrutar de todas as facilidades do Paraíso sem ter se esforçado para isso. Assim, continua a agir como sempre foi e fica bêbada durante a festa inaugural organizada pela socialaite Tahani  Al-Jamil (Jameela Jamil) e por sua alma gêmea, o monge tibetano  Jianyu Li (Manny Jacinto). Porém, suas atitudes na noite anterior tomam forma em monstros que atacam o bairro, como camarões roubados que se transformaram em criaturas voadoras e violentas. Assim, Eleanor se volta para a ajuda de sua suposta alma gêmea Chidi Anagonye, um professor universitário de moral e ética que será responsável por ensinar filosofia com o intuito de torná-la uma boa pessoa, merecedora do seu lugar no Paraíso.

Curta a página da coluna “Via Streaming” no Facebook em www.facebook.com/colunaviastreaming.

Felpuda


Pré-candidato pode estar sendo “fritado” sem ao menos perceber. Redes sociais que têm estreitas ligações com ex-cabecinhas coroadas e que prometeram apoio estão enaltecendo que só certo pré-candidato de outro partido. Quem conhece as ditas figurinhas de, digamos, outros carnavais, acredita que está em curso operação sorrateira para mudar internamente os rumos da futura campanha. Trocando em miúdo: ceder a cabeça de chapa.