Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VIA STREAMING

Dica da Semana: "A Lavanderia"

Filme chega à Netflix para contar como algumas pessoas enriquecem driblando o fisco
17/10/2019 15:00 - KREITLON PEREIRA, VIA STREAMING


 

Muitas das grandes fortunas mundiais foram construídas por caminhos no mínimo antiéticos, quase como se parte do processo de enriquecer rapidamente requeresse tangenciar a ilegalidade. Para os que estão dispostos a “pisar na lama” para maximizar os retornos, diversos escritórios vivem de encontrar brechas em regulamentos e contornos legais para garantir que o dinheiro continue nas mãos dos mais abastados. Para satirizar um pouco essa triste realidade, chega à Netflix “A Lavanderia”, filme original com estreia marcada para o dia 18 de outubro.

A história gira em torno de três personagens: Ellen Martin (Meryl Streep), Ramón Fonseca (Antonio Banderas) e Jürgen Mossack (Garry Oldman). Os dois últimos são advogados especialistas em driblar códigos fiscais e manter intactas as fortunas dos que não se importam de jogar sujo. Os dois não hesitam em criar quantas contas no Panamá ou empresas de fachada forem necessárias para que seus clientes paguem o mínimo de imposto possível e que enormes quantias fiquem longe dos olhos do fisco. Entretanto, uma dessas “laranjas” acaba sendo um problema para Ellen, que então decide investigar mais a fundo esse complexo esquema que envolve a dupla de advogados. E, quanto mais ela procura, mais sujeira aparece.

Baseado no escândalo dos “Panama Papers”, “A Lavanderia” explora uma sutileza em termos de produção humorística, visto que é extremamente difícil fazer uma sátira e ainda passar uma mensagem sobre algum assunto sério. E ter um elenco recheado de ícones de Hollywood pode ajudar bastante. Além dos três protagonistas, ainda figuram na produção Sharon Stone e David Schwimmer, sem contar com o diretor Steven Soderbergh, que esteve por trás de “Erin Brockovich”, que também conta sobre uma luta por justiça, mas sob uma ótica bem menos descontraída.

Curta a página da coluna “Via Streaming” no Facebook em www.facebook.com/colunaviastreaming

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...