Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPORTUNIDADE

Curso de oratória gratuito está com inscrições abertas

Aulas começam no dia 5 de setembro na Biblioteca Isaías Paím
24/08/2019 11:06 - NAIANE MESQUITA


A Biblioteca Isaías Paím oferece gratuitamente o Curso de Oratória, com o professor João Marcos Tavares Ferreira.O curso acontece sempre às quintas, sextas-feiras e sábados, nos dias 5,  6, 7, 12, 13 e 14 de setembro, das 14 às 17 horas, nos dias de semana, e das 9 às 13 horas, aos sábados. Será emitido certificado de participação.

O curso busca estratégia de melhor comunicação, objetividade, clareza, gestualidade visando aprimorar a habilidade na arte de bem falar em público, por meio de uma oratória eficaz. 

Será abordado o princípio de que a comunicação não é somente fala, mas expressões, postura e gestualidade. Sendo assim, é muito grande a importância da musicalidade conferida à voz e aos aspectos não verbais, a tudo o que é feito inconscientemente com o corpo durante a comunicação (respiração, rubor ou palidez facial, contrações ou descontrações musculares, movimentos oculares, predicados verbais, sudorese, postura, gestos das mãos, braços e outros).

João Tavares possui graduação em Teologia pelo Instituto Bíblico Alencarino, graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário da Grande Dourados e graduação em Ciências Jurídicas pela Uniderp - Anhanguera. É especialista em Educação Especial com ênfase em Educação Inclusiva, possui MBA em Gestão do Terceiro Setor pela Uninter e atualmente é mestrando em Educação pela Universidad Técnica de Comercialización y Desarrollo (UTCD – Paraguai).

Para o Curso de Oratória estão sendo oferecidas 40 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (67) 3316-9161 ou de forma presencial, na sede da Biblioteca, que fica no 2º andar do Memorial da Cultura e da Cidadania: Avenida Fernando Corrêa da Costa, 559, Centro.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!