Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 16 de outubro de 2018

CUIDADOS COM A AUTOESTIMA

Conheça os lenços artesanais
especiais para o Outubro Rosa

Ações alertam sobre a necessidade de prevenção e proporcionam cuidados com a autoestima

10 OUT 2018Por CRISTINA MEDEIROS09h:00

A gente já sabe que o câncer de mama é o mais comum entre as mulheres do Brasil e do mundo inteiro, e neste Outubro Rosa, mês da conscientização da doença, não faltam ações para disseminar muita informação a respeito. Em Campo Grande, até o fim do mês, no Shopping Pátio Central, o Espaço Vida vai concentrar diversas iniciativas de solidariedade dirigidas às mulheres, promovendo o autocuidado, tudo de forma gratuita.

Numa loja especialmente preparada para este fim, haverá atendimentos em saúde, beleza e bem-estar. Até o dia 13, por exemplo, o grupo Mulheres de Peito promoverá atividades, como oficina de artesanato, venda de produtos e bate-papo, para orientação e apoio a mulheres em tratamento do câncer.

O grupo foi formado em 2015 por iniciativa da artesã Ivone dos Santos Campos, de 59 anos, que tinha se curado de um câncer anos antes, mas, na época, foi novamente diagnosticada. “Percebi que havia mulheres que, como eu, estavam no fundo do poço. Algumas foram abandonadas pelo marido, outras ficaram sem apoio da família; elas se fechavam, não queriam conversar. Então, resolvi criar o grupo de apoio”. 

Formado inicialmente por 4 mulheres, hoje reúne 68, que todos os dias se comunicam por meio do WhatsApp e em reunião mensal, numa rede de ajuda em todos os sentidos. “O Mulheres de Peito propõe conversas, funciona como terapia e disseminação da importância da prevenção. Há muitas mulheres que têm medo de fazer o exame. Mas não tem que ter medo, porque o problema é descobrir tardiamente a doença”, diz Ivone.

O grupo também colabora no incentivo ao complemento da renda, com a produção de artesanato elaborado pelas próprias mulheres. “Investimos no potencial de cada uma, e os trabalhos são vendidos. Além disso, trocamos experiências, nos tornamos uma família”, explica Ivone, enfatizando que  elas formaram uma rede mútua de apoio, na qual trocam informações, interagem e procuram se reerguer.

No dia 21 de outubro, às 12h, o grupo promoverá um Almoço Dançante, a partir das 12h, na Seleta (Rua Pedro Celestino, 3.283). Os convites a R$ 15 podem ser adquiridos por meio dos telefones (67) 99227-1983 (Ivone) e 9 9149-0200 (Ana).

NA CABEÇA

Entre as dificuldades de quem enfrenta o câncer está a queda dos cabelos, momento que causa, além do desgaste físico, grande abalo emocional, por isso, as perucas são de grande valia neste período. Pensando nisso, uma parceria com o salão Morena Mulher dará uma mãozinha para quem já pensou em doar os fios. O instituto de beleza vai disponibilizar profissionais para cortes gratuitos, sempre nas terças e quintas-feiras, das 14h às 18h. Haverá distribuição de senhas.

Outro acessório que faz a diferença para as mulheres que perdem os cabelos por conta da doença são os lenços. Pensando nisso, alunas do 4º semestre do curso de Moda da Uniderp, orientadas pela coordenadora Carolina Debus, criaram uma coleção com 20 lenços. Elaborados com duas técnicas distintas, eles ficarão em exposição durante todo o mês no espaço e, em seguida, serão doados à Rede Feminina do Câncer, que os colocará em leilão.

“As peças são resultado de um trabalho no projeto de extensão do curso de Moda. A ideia foi desenvolver lenços personalizados. Escolhemos um tecido branco em crepe de seda e trabalhamos o tingimento”, explica Carolina Debus.

A primeira técnica é a pintura em seda com tinta aquarelada. “Trabalhamos as nervuras com o tecido úmido, depositando a tinta que, depois de absorvida, dá um efeito marmorizado”. A outra é o shibori, técnica de tingimento que utiliza tintas e diversos tipos de amarrações.

“Nós desenvolvemos diversos projetos, mas, quando é por uma causa maior, também depositamos carinho e  atenção. Afinal, estas peças vão para alguém que precisa melhorar a autoestima. Tudo foi feito com muito amor, carinho, para a pessoa receber isso, se sentir bonita, valorizada”.

A aluna Eliza Montes, de 35 anos, é personal stylist, blogueira e frequenta  o curso de Moda. Ela conta que as técnicas de tingimento foram aprendidas em sala de aula e que a professora orientou sobre qual seria o melhor tecido a ser usado, sendo leve e confortável. Ela diz que é gratificante participar de um trabalho como este, feito por  mulheres para mulheres. “É a primeira vez que eu participo de um trabalho social, que visa  melhorar a autoestima e a beleza destas mulheres que passam por um período tão difícil”. 

Em outubro, o foco é em saúde e beleza

Entre os dias 15 e 20 de outubro, será a vez de os cursos de Enfermagem, Nutrição e Estética da Uniderp oferecem atividades em saúde, estética e orientação. Serão ações como aferição de pressão e glicemia, cuidados como quick massage, maquiagem básica, design de sobrancelhas e spa das mãos, sempre das 14h às 18h.

Para encerrar o mês, o Instituto Sangue Bom e o curso de Biomedicina da Unigram realizarão, entre os dias 22 e 27, diversas ações em saúde, com conscientização sobre câncer, aferição de pressão arterial e glicemia capilar, sempre das 10h às 15h. O Espaço Vida vai funcionar até o dia 27 de outubro, no Pátio Central Shopping e fica ao lado da loja O Boticário, no primeiro piso.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também