Quinta, 23 de Novembro de 2017

inovação

Lázaro Ramos estreia programa
que remunera colaborador digital

27 SET 2017Por FOLHAPRESS17h:36

A partir de 10 de dezembro, a Globo exibirá aos domingos na TV aberta um programa que já está no ar na internet.

Não se trata de antecipar para assinantes o conteúdo em uma plataforma de streaming, "Lazinho com Você" é um projeto capitaneado pelo ator Lázaro Ramos e que contará com colaborações de anônimos de todo o Brasil.

Em conferência no youPIX CON, na segunda (25), Lázaro e produtores do programa apresentaram o formato nascido de encontros do Globo Lab -laboratório de ideias da Globo- e da vontade do ator em ter um trabalho que promovesse encontros com gente de várias regiões do país.

"Acreditava que para estar com as pessoas seria preciso o contato físico, abraçar, beijar, mas não é bem assim, aprendi que na internet as pessoas também se encontram", disse o ator sobre seu processo de criação.

Lázaro explica que "o programa começa na rua, mas também acontece na casa do espectador". Para isso, a atração conta com uma plataforma onde é possível fazer 'upload' de diferentes conteúdos, divididos em cinco categorias: vídeo, imagem estática (foto, memes, ilustrações, entre outros), áudio, texto e experimentação –quando o conteúdo não se encaixar em nenhum dos quesitos.

Partindo da ideia de que as pessoas consomem audiovisual onde querem e quando querem, o programa promete apresentar dinâmicas diferentes para veículos específicos.

"Na TV, vamos dialogar com o público daquele horário, mas estaremos ao vivo na mesma hora na internet falando com mais gente", afirma o ator.

O programa será entrecortado por conteúdos colaborativos oriundos de desafios lançados ao público. "A trilha sonora, por exemplo, vem da rede. É tanta música boa, que estamos fazendo clipes com elas", conta o Elisio Lopes, redator-final do "Lazinho com Você".

A visibilidade não será o pagamento para expor a produção do colaborador, todo o material que for ao ar será remunerado.

A moeda de troca é chamada de "colab". Nesta primeira temporada, um minuto de colaboração equivale a 2.000 colabs (R$ 2.000), que serão divididos entre os criadores que aparecerem naquele minuto.

Os direitos autorais pertencerão à Globo por três meses e depois voltam para o produtor do conteúdo. Para ter mais maleabilidade e chegar a este prazo, a equipe revela que foi muito difícil vender o formato para a emissora por causa dos desafios jurídicos e tecnológicos e da falta de parâmetro nacional para o formato.

Segundo Lopes, não há curadoria do que é postado, apenas o monitoramento do que pode infringir leis, como homofobia, por exemplo. O canal é aberto, o que significa que é possível fazer download dos conteúdos disponibilizados na internet.

"Estamos há um ano falando sobre o projeto diariamente, foram meses para entender a diferença entre interativo e colaborativo e ainda temos dificuldade de conseguir conteúdo sem revelar como será o programa", diz o redator.

"Não quero que a Record copie", brinca Lázaro, que faz questão de dizer que os nomes de todos os colaborares vão aparecer no ar na TV, porque "a sensação de pertencimento é muito importante".

LAZINHO COM VOCÊ 
Quando: aos domingos, a partir de 10.dez (horário não divulgado)
Onde: Globo e no site do programa 

Leia Também