Sábado, 01 de Outubro de 2016

MUNDO

Jim Carrey é acusado de ter comprado drogas que mataram sua ex-namorada

19 SET 2016Por G118h:30

Jim Carrey foi acusado por ter comprado as pílulas que mataram sua ex-namorada, a maquiadora Cathriona White, segundo o site TMZ. O processo é do ex-marido de Cathriona.

Segundo o TMZ, a ação menciona que três tipos diferentes de pílulas foram encontradas em um frasco com o nome de Athur King, que seria um pseudônimo de Carrey. É ilegal comprar remédios com o nome de outra pessoa.

Ainda segundo a ação, Carrey teria dado o frasco com as pílulas três ou quatro dias antes de sua ex morrer. O processo acrescenta que Carrey sabia que sua ex tinha tendências à depressão e já havia tentado se matar. O ator ainda não falou sobre as acusações.

Cathriona morreu em setembro de 2015, aos 28 anos. A causa da morte foi overdose de remédios e pílulas foram encontradas perto de seu corpo.

Carta de suicídio
Ela deixou uma carta de suicídio dirigida a Carrey, referindo-se à data em que o casal terminou o relacionamento, em 24 de setembro. Cathriona publicou seu último tweet no dia 24 de setembro: "Deslogando do Twitter, espero que tenha sido uma luz para os meus queridos".

Jim Carrey, de 53 anos, e Cathriona se conheceram em 2012, namoraram por alguns meses e depois e separaram. Em maio de 2015, o casal voltou a namorar e terminou de novo.

Leia Também