Domingo, 19 de Novembro de 2017

REFERÊNCIA NO ESTADO

Documentário sobre os 50 Anos
do Grupo Acaba será lançado dia 30

27 SET 2017Por DA REDAÇÃO17h:19

O filme documentário "Canta Dores do Pantanal", sobre os 50 Anos do Grupo Acaba, dirigido por Fábio Flecha e produzido por Tania Sozza, será lançado no dia 30 deste mês. A produção teve patrocínio do Grupo Energisa por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

A exibição acontece às 19h, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo. A entrada é gratuita. Os convites são limitados e podem ser retirados no local, uma hora antes do evento.

A obra cinematográfica aborda o legado de 50 anos de ativismo do Grupo Acaba em defesa da preservação do meio ambiente, das raízes culturais e povos indígenas.

Uma viagem ao Pantanal de Porto Esperança mostra a origem do amor ao bioma pantaneiro, cantado em verso, prosa e inesquecíveis melodias do grupo, que hoje fazem parte da identidade cultural de Mato Grosso do Sul.

A produção contou com depoimentos de personalidades da música e da cultura sul-mato-grossense como Paulo Simões, Jerry Espíndola, Guga Borba, Alex Fraga, Oscar Rocha, Celito Espíndola, Marcelo Loureiro, Maestro Nillo Cunha, entre outras figuras conhecidas. Mais de 150 profissionais participaram das gravações.

Clipes inéditos do Grupo Acaba também podem ser conferidos no longa que tem duração de 70 minutos.

O Grupo Acaba foi criado em 1966 por iniciativa dos irmãos Chico e Moacir Lacerda. Os dois nasceram em Corumbá, em Albuquerque e Porto Esperança. O nome Acaba é uma abreviação de Associação dos Compositores Autônomos do Bairro Amambaí.

Atualmente, a banda é formada por 12 músicos. Adriano Praça de Almeida, Alaor Pereira de Oliveira, Antonio Luiz Porfírio, Carlinhos Batera, Chico Lacerda, Douglas Santos, Jairo Henrique de Almeida Lara, José Charbel Filho, Luiz Sayd, Moacir Lacerda, Vandir Nunes Barreto, Vera Gasparotto e Tião Cesar.

VEJA O TRAILER

Leia Também