Terça, 21 de Novembro de 2017

APRESENTADORA

'Achei que fosse morrer um dia antes do nascimento da minha filha', diz Eliana

27 OUT 2017Por Folhapress22h:00

Pouco mais de um mês após dar à luz Manuela, a apresentadora Eliana, 43, volta a apresentar seu programa no SBT neste domingo (29).  

A artista estava afastada do comando da atração desde maio, quando anunciou que não gravaria mais a atração até o nascimento da filha para "salvá-la de um parto muito prematuro". 

Eliana, que teve um descolamento da placenta e precisava de repouso absoluto por orientação médica, passou boa parte do tempo na casa da mãe, Eva, localizada no centro de São Paulo (SP). 

Na volta ao trabalho, Eliana exibirá uma entrevista em que fala ao jornalista Roberto Cabrini sobre o tempo em que ficou reclusa. 

"Eu ficava deitada vendo a vida passar. Eu ficava deitada observando, diferente de anos e anos de vida quando as pessoas me observavam. O ângulo da minha vida mudou", diz. 

'ACHEI QUE FOSSE MORRER'

O nascimento de Manuela também foi tema da conversa. "Eu achei que fosse morrer um dia antes do nascimento da minha filha. Eu tive um surto, um medo", afirma.

Além de Manuela, fruto de seu relacionamento com o noivo Adriano Ricco, que é diretor de TV, Eliana é mãe de Arthur, 6, que teve quando era casada com o produtor musical João Marcelo Bôscoli. 

Um ano antes do nascimento de Manuela, Eliana sofreu um aborto espontâneo aos quase três meses de gestação. Era véspera do programa "Teleton", do SBT, e ela era madrinha da atração. 

"Eu aprendi que a gente não tem controle de nada, que a gente não é nada, e que quando a gente tá feliz é bom aproveitar cada instante porque a gente não sabe quanto está felicidade vai durar", diz sobre a perda do bebê. 

A íntegra da entrevista vai ao ar neste domingo (29), no SBT, a partir das 15h. 

Leia Também