Segunda, 20 de Novembro de 2017

abertura de vagas

Conselheira Marisa diz que deixa
Tribunal de Contas durante a semana

José Ricardo é outro conselheiro com pedido de aposentadoria

31 OUT 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Marisa Serrano e José Ricardo Cabral devem se aposentar nos próximos dias.

Eles deverão ser substituídos por aliados do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Estão na fila esperando pelas vagas o secretário estadual de Fazenda e deputado federal licenciado, Márcio Monteiro, e o deputado estadual Flavio Kayatt (ambos do PSDB).

De posse do governo, deve ser desocupada primeiramente a cadeira de Cabral. Com a vaga aberta, caberá a Azambuja a indicação do substituto. No caso, a previsão é de que Monteiro seja o escolhido.

“Entrei com o processo na semana passada, faltando apenas algumas certidões, para sair a aposentadoria”, afirmou o conselheiro, que aguarda publicação do pedido no Diário Oficial do TCE. 

Em 2014, Cabral tentou deixar o Tribunal. A aposentadoria dele chegou a ser autorizada, mas acabou sendo anulada e a questão foi judicializada.

Na época, o então governador André Puccinelli (PMDB) havia indicado o deputado estadual Antonio Carlos Arroyo (PR) para assumir o cargo, mas, como a aposentadoria foi inviabilizada, o parlamentar ficou a ver navios. Ele, inclusive, nem disputou reeleição porque já tinha dado como certa a nomeação no Tribunal.

Apesar do imbróglio ocorrido no passado, Cabral está confiante de que “agora” a aposentadoria dele não será impedida.

*Leia reportagem, de Tavane Ferraresi e Izabela Jornada, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também