Domingo, 19 de Novembro de 2017

jbs na mira

Márcio Monteiro será o primeiro
convocado para depor na CPI

Deputados querem saber sobre fiscalização do cumprimento de acordos

14 SET 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

O secretário estadual de Fazenda (Sefaz), Márcio Monteiro, será o primeiro convocado pela CPI da JBS para prestar esclarecimentos aos deputados estaduais que investigam a fraude fiscal da empresa em Mato Grosso do Sul. Ele é o primeiro convocado a fazer oitiva aos parlamentares. 

Paulo Siufi (PMDB) decidiu fazer o requerimento na reunião de ontem. Ele apresentou o documento que tinha sido sobreposto em encontro anterior. Por 3 votos a 1, os deputados acharam que já é o momento de iniciar o processo de questionamentos.

“Temos de chamar logo, para dar agilidade nos trabalhos. Até agora, eles só ganharam tempo enquanto a gente dava número de sapato, calça, essas coisas para vestir as roupas específicas de entrar no frigorífico durante as visitas que não aconteceram”, afirmou.

O peemedebista é um dos que mais cobrou celeridade no processo desde o início e por muitas vezes teve seus pedidos rejeitados pelos demais colegas.

Ontem, a dificuldade de oficializar o pedido ficou esbarrada apenas na ausência do relator da CPI, deputado estadual  Flavio Kayatt (PSDB), que está fora do Estado para o casamento do filho. 

O deputado estadual Eduardo Rocha (PMDB) questionou a convocação sem a presença do relator da comissão, mas concordava com a medida. Em contrapartida, o presidente da CPI, deputado estadual Paulo Corrêa (PR), reforçou que já está no momento de convocações. 

*Leia reportagem, de Gabriela Couto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também