Sábado, 03 de Dezembro de 2016

EX-PRESIDENTE

Juiz acolhe denúncia e Lula se torna réu em ação sobre obras da Odebrecht

13 OUT 2016Por FOLHAPRESS17h:48

O juiz da 10ª Vara Federal de Brasília, Vallisney de Souza Oliveira, acolheu denúncia feita pelo Ministério Público Federal e abriu ação penal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o empresário Marcelo Odebrecht a respeito de possível corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo a contratação, pela Odebrecht, de uma empresa de Taiguara Rodrigues, parente do petista.

Com a decisão, Lula e os outros acusados se tornam réus e podem apresentar defesa e indicar testemunhas.

É a terceira vez que Lula se torna réu desde o início da Operação Lava Jato, em março de 2014. As duas outras ações penais em andamento são a que apura uma suposta tentativa de impedir a delação premiada do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que tramita também em Brasília, e outra, no Paraná, que acusa Lula de ter se beneficiado de obras de um apartamento no Guarujá (SP) em troca de apoio à empreiteira OAS.

OUTRO LADO

Em entrevista coletiva de imprensa na segunda (10), o advogado Cristiano Zanin Martins, que representa Lula, afirmou que a denúncia "aparentemente" tratava-se de "mais uma acusação frívola".

"O Presidente da República não participa das decisões colegiadas do BNDES que concedem empréstimos, as palestras do ex-presidente Lula foram realizadas e estão devidamente comprovadas e ele não tem qualquer participação nos negócios do Taiguara. Então esses são fatos mostram que mostram aparentemente tratar-se de mais uma acusação frívola", disse Martins.

Leia Também