Quarta, 26 de Abril de 2017

lava jato

Coronel Rabelo teria recebido
R$ 5 milhões para Delcídio

Dinheiro seria de caixa 2 da Odebrecht; militar disse que valor foi menor e declarado

21 ABR 2017Por DA REDAÇÃO04h:00

O coronel Ângelo Rabelo foi quem teria recebido de caixa 2 da Odebrecht R$ 5 milhões para a campanha do então senador Delcídio do Amaral (PT) ao Governo de Mato Grosso do Sul, em 2014.

Nesta disputa eleitoral, Delcídio perdeu para Reinaldo Azambuja (PSDB). Na prestação de contas do ex-petista, há três doações registradas nos valores R$ 274,210 mil, R$ 2 milhões e R$ 725,310 mil. O valor totaliza quase R$ 3 milhões.

As negociações para o repasse do dinheiro foram feitas diretamente para o assessor do ex-senador. A revelação foi feita pelo delator Benedicto Barbosa da Silva Júnior, ex-presidente da Infraestutura da empreiteira.

Ele contou detalhes à força-tarefa da Lava Jato, inclusive que teria sido convocado por Delcídio para prestar contas, durante café da manhã no Copacabana Palace. 

“Uma das vezes que o senador veio me cobrar de como estava o andamento [do pagamento do caixa 2], ele me convidou para tomar um café da manhã, no segundo semestre, quando ficou hospedado em uma suíte no Copacabana Palace para prestar conta e dizer como iria acontecer as outras programações. Ainda assim eu mesmo tratei com o coronel Rabelo por telefone, e nós fizemos os pagamentos com dois codinomes: ‘Grisalhão’, por motivos óbvios e ‘Ferrari’, porque ele era uma pessoa muito acelerada”, contou o delator.

*Leia reportagem, de Gabriela Couto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também