Segunda, 20 de Novembro de 2017

FICHA SUJA

Vereador acusado de corrupção leva sapatada

10 SET 2010Por DA REDAÇÃO13h:31

Um vereador de Dourados (MS) teve seu dia de George W. Bush na quinta-feira. Aurélio Bonatto, acusado de participar de um esquema de corrupção que resultou na prisão do prefeito Ari Artuzi e de outros nove parlamentares, levou uma sapatada de um manifestante, em sessão ordinária realizada pela Câmara Municipal. As informações são da BandNews TV. A prisão de Artuzi e dos vereadores ocorreu durante os trabalhos da Operação Uragano, realizada pela Polícia Federal. Seis dos parlamentares detidos já foram liberados. Um grupo de manifestantes protestava em frente à Câmara contra a libertação dos vereadores, na primeira sessão após o escândalo. Bonatto, que não foi preso, mas está entre os indiciados por receber propina, presidia a sessão. Foi quando o auxiliar administrativo Adailton Castro Souza arrancou o sapato e o atirou no parlamentar. Souza foi contido em seguida por policiais e, no mesmo instante, outras pessoas que estavam no plenário começaram a jogar moedas nos vereadores. Em entrevista a uma rádio local, o manifestante afirmou que o ato não foi premeditado e que ele estava revoltado por não ter conseguido atendimento médico no serviço público para a filha. O ataque lembrou muito o perpretado por um jornalista iraquiano contra o então presidente dos Estados Unidos, George W. Bush. Este, no entanto, não conseguiu atingir seu alvo: Bush conseguiu desviar dos sapatos.

Leia Também