Segunda, 20 de Novembro de 2017

Vendas no varejo em abril crescem 15,6% no Estado

17 JUN 2010Por 06h:29
VERA HALFEN

O comércio varejista de Mato Grosso do Sul registra crescimento de 15,6% em abril, na comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado é superior à média brasileira, que fechou em 9,1% no mesmo período. Mato Grosso do Sul está em segundo lugar em faturamento, na região Centro-Oeste, ficando atrás apenas de Mato Grosso, que apontou crescimento de 20,2% em abril, comparado com o mesmo mês do ano anterior. Em seguida, vem Goiás, com 13,2% e o Distrito Federal, com resultado de 4,7%. Por outro lado, o comércio varejista registra queda de 3% no volume de vendas, em todo País, na comparação de abril deste ano com o mês imediatamente anterior (março), de acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Essa é a maior queda observada dos últimos dez anos.

O presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Ricardo Kuninari, frisa que o crescimento das vendas no varejo foi significativo no Estado. Ele antecipa as estatísticas, divulgando que maio também foi promissor. Ele credita o boom nas vendas por conta da isenção do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), principalmente na linha branca – geladeiras, fogões, etc – que voltou a ser cobrado a partir de junho.

De acordo com Kuninari, “as vendas têm aumentado gradativamente; essa é uma tendência, porque o crédito está mais acessível. Em abril as vendas foram boas porque muitas pessoas que tinham prestações assumidas no fim do ano, quitaram no final de março, aumentando o poder de compra”, diz.
Também a Copa do Mundo aqueceu as vendas do segmento de bebidas, carnes e produtos como bandeiras, camisetas, cornetas etc, segundo o presidente da CDL. Kuninari frisa que embora as vendas estejam aquecidas, no dia da estreia do Brasil na Copa, algumas lojas chegaram a registrar queda de 50% nas vendas, se comparadas com outro dia da semana.

Leia Também