Domingo, 19 de Novembro de 2017

Vendas de veículos no Brasil devem dobrar em 15 anos

12 SET 2010Por 14h:45
Brasília

Até 2025, o número de veículos vendidos no País deve dobrar. A previsão é do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, durante abertura do congresso anual da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), na sexta-feira (10).
O estudo foi encomendado pelo Governo federal e aponta que, em 15 anos, serão comercializados, anualmente, no Brasil, 6,8 milhões de carros, motos, caminhões e tratores. Estimativas da Fenabrave apontam que, neste ano, serão 3,4 milhões.
Miguel Jorge afirmou que as demandas interna e externa de veículos impulsionarão o crescimento das vendas. Segundo ele, no Brasil e nos países que compõem o grupo Bric (Rússia, Índia, China, além do Brasil), a frota é composta por mais carros antigos do que em países desenvolvidos, e o índice de carros por habitante é menor.
“Cerca de 60% da frota do Brasil têm menos de dez anos de fabricação. No Japão, são 83%”, explicou Miguel Jorge. O ministro afirmou, entretanto, que a redução da carga tributária que incide sobre os veículos é vital para que montadoras brasileiras possam competir por esta demanda com fábricas de outros países. Ele afirmou que, no País, até 30% do preço de um carro são formados por impostos, o dobro da média mundial.

Leia Também